Atenção com as cobranças de taxas dos bancos

Atenção com as cobranças de taxas dos bancos

Sabia que você pode estar pagando taxas indevidas para o banco e não percebeu? Pois é, é mais comum do que se possa imaginar que as pessoas paguem valores inadequados por serviços bancários.

O advogado Alaor Pini, explica que a maior parte das cobranças indevidas acontece para quem está devendo para o banco. De acordo com ele, na maioria dos casos os débitos de juros são feitos pelo sistema do banco automaticamente. "As vezes o juro a ser cobrado é de 5%, mas são cobrados mensalmente 6%, 7% ou 8%". É necessário estar atento.

Além dos juros maiores há problemas também com a cobrança de comissão de permanência, taxa cobrada para quem tem dívidas no banco. "Não se pode cobrar juros e comissão de permanência ao mesmo tempo, mas isso acontece."

Para evitar problemas, o advogado dá a dica: guarde todos os papeis contratuais que receber do banco. "Você precisa ter os papeis para saber o que foi combinado, não se enganar e em caso de problemas, provar quais foram os valores combinados."

No caso de cobrança indevida, Alaor acredita que o melhor a fazer é procurar o banco para tentar resolver o problema de forma administrativa. Caso não dê certo é possível procurar ajuda do Procon ou ingressar na esfera jurídica. "No caso de pessoa física é sempre melhor tentar resolver no banco, com um acordo, porque quando se entra na justiça acabam aparecendo custos no processo.", explica.


Outra dica de Alaor é para a hora de fechar a conta em um banco. Ele diz que é importante fazer uma carta solicitando o desligamento para que isso fique documentado. "Se não fizer, o banco pode ir cobrando taxas sem a pessoa saber. Quando o dono da conta perceber pode até já ter um divida grande, caso passe muito tempo."

Por Larissa Alvarez

Comente

Assuntos relacionados: finanças juros banco taxas