Apartamentos para solteiros

Apartamentos para solteiros

A tendência é que cada vez mais brasileiros vivam sozinhos. Nos últimos 20 anos, o número de moradias com apenas uma pessoa já representa mais de 12%, ultrapassando os dados das residências com cinco pessoas, que atualmente, são cerca de apenas 10% do total. Somente a cidade de São Paulo concentra mais de 500 mil imóveis com apenas um morador.

De olho no potencial desse consumidor, empresas de vários setores oferecem produtos para este segmento, é o caso do mercado imobiliário, em que a comercialização de imóveis de um dormitório em São Paulo representou 13,3 % das vendas em maio, de acordo com um levantamento do Secovi.

"Com o aumento do poder de compra da população e a facilidade de financiamentos, muitas pessoas procuram empreendimentos com essas características e que ofereçam fácil locomoção", comenta Marcos França, diretor comercial da Requadra.

Como o espaço costuma ser bem menor, esses empreendimentos costumam ter outros atrativos e benfeitorias, como espaço gourmet, salão de jogos, salão de festas, espaço para reuniões, vestiário para empregados domésticos e lavanderia coletiva.


Com custos que giram em torno de R$ 7 mil o metro quadrado, dependendo do local, as unidades de um dormitório são vendidas rapidamente. "São empreendimentos modernos, compactos e com boa localização", explica.

Por Lívany Salles

Comente