Aluguel de carros no exterior - dicas e cuidados

Aluguel de carros no exterior

Foto: Hero/Corbis

Qualquer viagem é cheia de expectativas e de muito planejamento. Você já reservou hotel, garantiu as passagens de avião, arrumou as malas e fez o seu roteiro. E para conseguir visitar todos os lugares a tempo você analisa a possibilidade de alugar um carro para não depender de táxi ou de transporte público. Mas como fazer isso no exterior?

Não se preocupe, saiba que é possível alugar um carro através de sua companhia de viagens. Mas faça isso com antecedência. Quem sugere é Raimundo Nonato de Castro Teixeira, diretor executivo da rede Yes Aluguel de Carros. Em alguns países é necessário tirar outra habilitação.

"Para os países vizinhos o passaporte e a carteira de motorista original geralmente são suficientes. Porém, também é possível tirar a Carteira Internacional de Habilitação (PID)", explica. "Para obter a PID o motorista deve estar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dentro do prazo de validade. Para saber como fazer a melhor opção basta consultar o Departamento Estadual de Trânsito da sua região."

Com relação às taxas a serem pagas, Raimundo faz uma lista: "As que eventualmente podem ser cobradas envolvem serviços extras à locação, tais como a taxa de proteção, lavagem, serviço com motoristas ou de devolução (automóvel devolvido em outra cidade), caso o cliente desejar tais serviços."

Alguns procedimentos, como reposição do combustível, são cobrados após a devolução do carro, pois uma vez que o veículo é entregue com tanque cheio, a devolução tem a mesma condição. E todos esses detalhes devem ser apresentados na abertura do contrato de locação.

Sabemos que durante uma viagem podem ocorrem imprevistos e o maior medo de todo turista é ter o carro alugado batido ou roubado. Neste caso, a locadora oferece ao cliente a possibilidade de contratar proteção para o veículo. É como se fosse uma cobertura de risco. "Caso o cliente tenha contratado essa cláusula, deve avisar imediatamente a companhia caso o carro seja roubado, danificado ou apresente problemas de ordem mecânica, para que sejam tomadas as devidas providências, inclusive a troca do veículo", esclarece Raimundo.

Agora fique de olho nessas outras informações que Raimundo separou para ajudar você na hora de alugar seu carro na próxima viagem:

Idade mínima: maioria das locadoras adota como política alugar automóveis para maiores de 21 anos, a idade considerada para responsabilidade civil.

Habilitação: a prática do mercado é que o cliente esteja habilitado há mais de dois anos.

Reservas: reservar com antecedência elimina o risco de não encontrar o veículo desejado.

Cartão de crédito: a opção de pagar com o cartão de crédito agiliza a aprovação do cadastro e o atendimento.

Diárias: a diária é de 24 horas e muitas locadoras oferecem a opção de quilometragem livre e tarifas promocionais.

Tarifas: variam conforme a categoria do carro ou escolha por tipo de cobertura de danos causados ao veículo locado.


Devolução: é possível alugar o carro numa cidade e devolver em outra, principalmente se a locadora for da mesma rede. Para isso é preciso verificar antes de alugar a possibilidade de devolver na cidade desejada e se é cobrada taxa de retorno do veículo.

Abrangência: as locadoras não estão presentes apenas nos aeroportos, podem ser encontradas em todas as cidades do País.

Promoções: nas épocas de baixa estação, que variam de Estado para Estado, as locadoras realizam promoções especiais, como forma de estimular o aluguel de carros.

Por Marisa Walsick (MBPress)

Comente