A nova mulher da classe C

A nova mulher da classe C

A mulher da classe C brasileira mudou o seu perfil, uma evolução natural na sociedade diante das novas tendências da economia. Percebendo essa mudança várias marcas estão apostando no poder de consumo destas mulheres e já direcionam suas estratégias de posicionamento. Só em produtos de beleza, as mulheres da classe C movimentaram 19,7 bilhões de reais em 2010.

Consideradas "as poderosas da nova classe média brasileira", as mulheres da classe C foram grandes peças para o aumento de 228% no consumo de cosméticos em relação a 2002, de acordo com um estudo realizado pela Abril Mídia em parceria com o Data Popular.

Estas mulheres estão consumindo mais, é fato, mas também estão estudando mais e conquistando melhores postos de trabalho do que os homens. A pesquisa afirma que as mulheres aumentaram sua renda em 78% entre 2002 e 2010, e os homens da classe C tiveram um aumento de 40% no mesmo período.


De olho nesse mercado, as marcas estão desenvolvendo produtos voltados para essa nova mulher, que está em busca de aprimoramento profissional e investe mais em moda e beleza. A pesquisa da Abril/Data Popular aponta que 60% das mulheres com carteira assinada compram roupas especiais para trabalhar. E é através destes dados que empresas como a marca de roupa feminina Criativa se norteiam para produzir coleções voltadas para a mulher da Classe C. A marca aposta nas mulheres que primam pelo bem-estar e boa aparência. As mídias também já destinam material para estas mulheres, buscando entender seus interesses e necessidades. E você, faz parte dessa nova mudança no perfil da mulher da classe C?

Por Catharina Apolinário

Comente