5 tendências de franquias promissoras

5 tendências para franquias promissoras

Foto: Hero/Corbis

Investir em uma franquia deixou de ser algo somente para quem tinha muito poder aquisitivo. Atualmente, com investimentos de até R$ 50 mil é possível comandar o negócio próprio e dar adeus ao trabalho com carteira assinada. Mas se você não quer errar na escolha, conheça cinco tendências deste mercado.

Microfranquias: as microfranquias, que cresceram de 20% a 22% no ano passado, ainda são tendência em 2012. Isso porque é um setor que exige menos capital investido (até R$ 50 mil).

Serviços: cuidados com crianças e idosos, manutenção e conservação de residências e imobiliárias também devem aumentar. Dois fatores são o fato de a população brasileira estar envelhecendo e o aumento da renda dos cidadãos.

Interiorização: esta é uma grande tendência das empresas, pois elas pretendem investir em cidades com até 100 mil habitantes para incluir serviços nos locais que não contam com os mesmos recursos das grandes capitais.

Co-branding: é um novo modelo de negócios apresentado como tendência. Devido à falta de espaço, algumas marcas aderiram ao formato "store in store" (loja dentro de loja), ou seja, oferece a possibilidade de um franqueado combinar duas marcas no mesmo endereço.

Capacitação: as franqueadoras estão preocupadas com a qualidade profissional e administrativa de seus franqueados. Por isso, preparam cursos de capacitação para que a pessoa saiba lidar com o seu próprio negócio e ele dê certo.

De acordo com o Batista Gigliotti, presidente da Fran Systems, consultoria em desenvolvimento de negócios e de franquias, o mercado está bem aquecido e a área de varejo e serviços tem um enorme potencial de crescimento.

"Os centros urbanos estão mais saturados e a localização de ponto comercial é mais difícil para os empreendedores. Porém, são as regiões que mais se destacam", explica. "Outras regiões do país estão cada vez mais consolidadas, como o Nordeste, Norte e Centro-Oeste, tanto as capitais quanto as cidades interioranas", completa.

Entretanto, ele ressalta que isso não significa que o setor varejista está saturado ou que não irá crescer mais. Isso porque, em grandes centros urbanos, sempre haverá espaço para as empresas, tanto para as que desejam se expandir quanto para as que estão chegando agora ao mercado. "Essa dificuldade faz com que as pessoas migrem para a área de serviços, o que faz o setor se tornar uma tendência", diz Gigliotti.

Além disso, Batista descreve que para muitas empresas que já estão consolidadas em grandes centros urbanos, o desafio agora é expandir a marca para outros estados, cidades do interior etc. "Já as redes que estão entrando no mercado a tendência é que se fortaleçam nas grandes capitais antes de expandirem sua atuação", informa.

Está com dúvidas sobre como fazer a sua franchising decolar? Confira uma rápida entrevista com Batista Gigliotti:

Como descobrir o negócio ideal ao meu perfil? É preciso, antes de tudo, entender que seu empenho estará diretamente ligado ao sucesso - ou não - do negócio. Orientação profissional pode ser um importante aliado para evitar mais riscos aos seus investimentos.

Basear-me apenas nas perspectivas dos franqueadores é arriscado? Sim. É necessário coletar o máximo de informações possíveis tanto da franquia quanto do mercado no qual você irá atuar. Seja na internet, revistas especializadas, jornais de economia, consultores, além do franqueador. Toda informação é válida, mas cuide-se para não se atrapalhar em tantos dados. Visite também os franqueados de outras unidades.

Qual a saída quando eu ficar com o caixa baixo para investir? Não existe milagre. O empresário ou franqueado precisa ter um capital para investir em seu negócio e fazer o mesmo acontecer. Uma alternativa, quando for diagnosticado que o caixa está mais baixo que o previsto, é reduzir custos, refazer o planejamento, ser criativo e reinventar seu negócio. Em último caso, planejar a aquisição de empréstimos mais baratos;

Como escolher a melhor localização para minha franquia? É essencial estar no lugar certo para fazer o negócio certo. Ao optar por um ponto comercial é vital identificar que tipo de público frequenta esta região, seus hábitos de consumo e outros fatores. Seja dentro de um shopping center ou numa rua comercial, é preciso cautela antes de assinar uma locação ou aquisição deste ponto;

Em que época do ano é mais propício abrir minha franquia? Essa questão é muito importante e precisa ser avaliada com cautela pelo empreendedor. Cada nicho tem seus atrativos em diferentes épocas do ano. Por exemplo: Dia dos Namorados, Dia das Mães, Dia das Crianças, Natal... cada data possui suas particularidades.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente