5 exemplos de economia que não valem a pena

Veja alguns gastos que não valem a pena abrir mão
economia que não vale a pena

foto: iStock/boryanam

Falar em economia é sempre bom, porque o nosso bolso agradece! Mas nem toda economia é tão boa assim, principalmente quando ela não é bem pensada. Sabe aquela frase “o barato muitas vezes sai caro”? Ela nunca foi tão verídica quanto nos dias de hoje. Algumas “economias” devem ser pesadas na balança. Afinal, será que vale a pena mesmo abrir mão de alguma coisa agora que pode fazer diferença lá na frente, inclusive no nosso bolso? Veja alguns exemplos abaixo!


Alimentação

Economizar com os alimentos é como economizar com a sua saúde. São coisas que não merecem economia, porque são essenciais para a nossa vida. Você acha que vale a pena comprar alimentos perto do prazo de validade porque estão mais baratos? Ou comer um hot dog suspeito de um ambulante para economizar num almoço mais saudável? O barato pode sair caro para o seu estômago.

Iluminação

Comprar lâmpadas incandescentes por serem mais baratas não é uma boa forma de fazer economia. Porque, no fim das contas (literalmente), vai sair bem mais caro. Elas costumam gastar mais energia que as lâmpadas fluorescentes ou de LED. Basta olhar sua fatura no fim do mês. Economia que não compensa.

Eletrodoméstico antigo

O mesmo raciocínio serve para eletrodomésticos antigos. Eles consomem muito mais energia que os novos. Uma geladeira velha, por exemplo, consome 200% a mais de energia que uma nova.Viu como pode pesar no bolso não comprar uma geladeira nova? O efeito dessa economia mal-feita é inverso!

Plano de filmes online

Aqui é questão de você não abrir mão do seu prazer, quando o gasto pode ser ínfimo. Um serviço de filmes em casa é só um exemplo de algo que vale a pena para quem adora assistir filmes, mas não tem dinheiro para bancar cinema toda semana. Ao invés de você ver isso como um gasto supérfluo, deve pensar que é uma alternativa mais econômica a algo que é importante para você. Economizar não significa abdicar totalmente de seu lazer, mas sim ver prioridades e custo-benefício.

Táxi

Outra coisa comum é economizar com táxi quando você sai com uma galera para um bar ou danceteria, por exemplo. Por que abrir mão da segurança? Ao invés de pegar um ônibus numa via deserta em plena madrugada ou dirigir embriagada, o táxi não sai tão caro quando é rachado entre três ou quatro pessoas. Avalie sempre o que é importante e quando a economia no fundo pode ser uma furada!

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: economia