5 coisas que você NÃO deve fazer com o 13º salário

Torrar em presentes e não pensar no amanhã pode ser uma cilada para suas finanças!
décimo terceiro

Foto - Istock/DeanDrobot

Fim de ano é época de 13º salário! O dinheirinho extra na conta bancária vem à calhar e ajuda muita gente a sobreviver aos gastos de fim de ano. Tem gente que usa o benefício para pagar contas e investir, já outros aproveitam os cifrões para comprar aqueles itens que mais desejaram ao longo do ano, tudo no maior clima natalino, claro!


Agradar a si mesmo é importante, pagar as dívidas também. Dar todos os presentes de natal é imprescindível, já se preparar para pagar o IPVA... outro desafio.

Nós queremos muitas coisas mas nem sempre pensamos nas consequências. Para te ajudar a não "pisar na jaca", separamos 5 dicas do que NÃO FAZER com o 13º. Confira:

Gastos sem retorno

Será mesmo que você deve usar a grana para pagar aquela roupa super cara que você pensou em usar no Ano Novo? E o novo celular, você realmente precisa? Quais as outras obrigações financeiras que te esperam? Pense em tudo isso antes de entrar naquela loja-desejo!

Não prever custos fixos

Prever os custos do ano, como IPTU e IPVA, e pagá-los a vista pode render descontos melhores do que outras aplicações. Se usado para esse fim, os rendimentos ao longo do ano podem ser maiores. Anota a dica!

Torrar em presentes

Mãe, tia, sogra, sobrinhos, filhos... Sabemos que eles merecem tudo do bom e do melhor, mas que tal pegar leve? Se precisar economizar para poupar, são se sinta culpada!

Não dividir

Que tal separar 15% do valor para dedicar à algum tipo de poupança? Assim você pode usar 40% em aplicações de longo prazo. Sobram 45% para as festas de final de ano! Ta vendo como não é difícil organizar as contas?

Não pensar em emergências

É sempre bom ter um dinheiro guardado para caso de desemprego ou necessidades familiares. Lembre-se: quem guarda, tem!

Por Thamirys Teixeira

Comente