4 dicas para não cair em ciladas de salões de beleza

tratamento de beleza

Foto - Shutterstock

Quem nunca caiu em uma cilada quando o assunto é tratamentos de beleza? É comum encontrar em alguns salões e clínicas de estética tratamentos quase "milagrosos" que prometem efeitos rápidos e eficazes. Mais cuidado!

Segundo Juliana Godoy, consultora de mercado da Shopfisio, maior e-commerce de estética e beleza do país, embora os preços sejam os atrativos que os consumidores mais buscam é fundamental observar a qualidade e a segurança. "É preciso prestar atenção em alguns detalhes de infraestrutura, dos produtos usados e de qualificação do profissional para avaliar se aquele local é seguro e confiável para fazer um investimento e não acabar prejudicando sua saúde ou jogando dinheiro fora", explica

Confira as dicas para fugir das roubadas:

Não acredite em milagres

Massagem que reduz até 10 cm em poucas sessões, terapias que emagrecem cinco quilos por semana, entre outros anúncios que fazem milagres são algo que o consumidor deve ficar atento. Embora atrativos, quanto mais rápida é a promessa de resultado, maiores as chances do consumidor cair em uma cilada. "Fuja deste tipo de estética e busque alguém que prometa não apenas agilidade, mas qualidade", explica Juliana.

Procure produtos regularizados pela Anvisa

Desconfie da "novidade vinda do exterior" que muitas clínicas acabam usando para atrair clientela. Os produtos com ativos "surpreendentes e novos no mercado" podem não ser aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que atesta a segurança contra reações alérgicas, entre outros danos mais graves.

Profissionais qualificados

Tratamento de beleza não é apenas um dom ou algo que você aprende com algum conhecido já do ramo. Assim como qualquer profissão, na hora de prestar um serviço, o profissional precisa estar apto a executar a atividade. Logo, se informe se tanto o local como o profissional tem registro e qualificação para exercer aquela profissão.

Higiene

A preocupação com higiene deve ser essencial para o cliente que busca tratamentos estéticos e de beleza. Diversas doenças podem ser transmitidas como micoses, dermatite, hepatite C e até HIV. Por isso, o consumidor deve se atentar além da limpeza geral do local, se o estabelecimento tem material descartável e esterilização dos objetos usados.


Por Vila Mulher

Comente