10 dicas para economia de dados em viagens internacionais

viagens internacionais

Foto - Shutterstock

Todo viajante ou mochileiro sabe que, apesar de uma ótima experiência, viajar pode sair caro. A partir do momento em que se está no exterior, o dispositivo móvel passa a utilizar o roaming de dados de forma automática.

A partir daí, é inevitável a cobrança de tarifas extras ao usuário-turista, que pode ser surpreendido ao receber a conta do seu celular após uma viagem internacional.

É cada vez mais essencial utilizar um smartphone ou tablet para auxiliar no dia a dia em outro país, seja para acessar mapas e recomendações de pontos turísticos e restaurantes ou para compartilhar os melhores momentos com os amigos nas redes sociais.

Pensando nisso, a Opera Software preparou 10 dicas essenciais para viajantes que querem gastar pouco, inclusive no pacote de dados do celular. Confira abaixo:

1. Antes de decolar rumo ao seu destino, verifique se a sua operadora de celular oferece pacotes de roaming internacional. Assim, você economiza e evita ser pego de surpresa com a conta no final do mês;

2. Mude para um navegador que economize dados. Ao usar menos megabytes, é possível navegar mais rápido e ainda economizar. O navegador Opera Mini reduz as páginas da internet para 10% de seu tamanho original e mostra quanto você já otimizou em relação ao tráfego de dados;

3. Normalmente, as operadoras enviam um SMS de boas-vindas ao usuário que está no exterior. Não ignore, pois esta mensagem deverá conter os novos custos de chamadas, SMS e navegação na Web da sua localidade;

4. As operadoras também costumam enviar atualizações sobre seus gastos durante o passeio para ajudá-lo a manter o controle. Por isso, é importante ficar atento à toda mensagem recebida;

5. Ative o roaming quando precisar verificar alguma informação online, mas não se esqueça de desativá-lo após o uso. Notificações e aplicativos podem gastar grandes quantidades de dados em segundo plano;

6. Sempre que possível, navegue utilizando o Wi-Fi. Apps como o Wi-Fi Finder, por exemplo, localizam o hostpot mais próximo de você;

7. Experimente o app de compressão como o Opera Max, que diminui o tamanho de dados, imagens e vídeos. Ele também identifica quando você está em roaming e permite o bloqueio de determinados aplicativos, limitando-os à utilização a partir do Wi-Fi;

8. Repense suas prioridades de navegação. Uma viagem não é o melhor momento para streaming de vídeos, download de arquivos. É importante deixar esse tipo de atividade para quando estiver navegando com compressão de dados ou por meio de uma rede Wi-Fi;

9. Carregue suas páginas favoritas antes de sair de casa. Alguns navegadores, como o Opera Mini, possuem um recurso que permite que uma página seja salva para leitura offline, sem a necessidade de ativação do roaming ou rede sem fio;

10. Desative a sincronização automática de aplicativos como Dropbox, Facebook ou Google Drive. Ao invés disso, ajuste as configurações de modo que essa atividade seja feita apenas quando você estiver conectado à uma rede Wi-Fi.

Seguindo essas dicas, é possível viajar sem a necessidade de desligar o celular ou deixar de desfrutar suas ferramentas.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: internet viajar telefonia