Você está preparado para ter sucesso?

Com nossos pensamentos e atitudes atraímos as oportunidades para realizar o nosso desejo. Alguém que detesta seu emprego e fica o tempo todo pensando "ah, como eu gostaria de ser mandado embora..." pode começar a arrumar as malas, pois mais cedo ou mais tarde será realmente mandada embora. É claro: a pessoa perde o entusiasmo, perde desempenho e aí só pode ser demitida mesmo.

Já alguém que deseja intensamente uma ocupação melhor começa a procurar novas oportunidades. Por estar com a atenção muito voltada para isso, a pessoa saberá reconhecer uma boa oportunidade que surge e então é só agarrá-la. Não é assim?

Pois então, muito cuidado com o que você deseja. Por que, de repente, você pode estar com a bola na marca do pênalti e o gol bem na sua frente... e ficar com medo de dar o chute! Isso mesmo: medo de se colocar à prova, medo de dar certo, medo do sucesso!

Por isso é que eu sempre digo: para alcançar o sucesso, precisamos ter pelo menos três coisas. A primeira é autoconhecimento, que é a consciência de quem somos e o que queremos. A segunda é autoconfiança, a fé em nossas capacidades. A terceira é auto-estima, a convicção de que merecemos ter tudo o que desejamos. Quem tem isso tem segurança para dar o chute em direção ao gol.

E se a bola não entrar? Bem, se isso acontecer, é sinal de que você tem alguma coisa para aprender. Mesmo sabendo quem somos, tendo fé em nossas capacidades e acreditando em nosso merecimento, não estamos dispensados de aprender com a vida para corrigir certas deficiências - que pode ser a imprudência, a arrogância, a teimosia ou até mesmo a falta de persistência.

Assim, se a bola não entrar, aprenda o que há para aprender e chute outra vez. Chute tantas vezes quantas for preciso e nunca se esqueça: o que você deseja pode se realizar.

Leia também - Descomplique o sucesso!

Colunista do Vila Sucesso e Vila Equilíbrio, Leila Navarro é palestrante motivacional e comportamental, além de ser empresária e Presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano.

Comente