Use a sua intuição!

A intuição sempre será parte do processo inovador. Ela pode ter vários nomes. Ser chamada de ideia, inspiração, faísca, brilho, dentre outros. São substantivos que deixam subentendidos que o processo inovador é dotado de qualidade e energia. Ele é uma parte natural de nossas vidas, e pode ocorrer com qualquer pessoa em diferentes situações.

O processo intuitivo é a habilidade que temos de saber algo diretamente, sem necessariamente, pensarmos analiticamente. Acredito que a intuição é uma aptidão pouco reconhecida. Ela não é ativada, estimulada ou valorizada, mas sim desperdiçada. Pois, nossa cultura é, basicamente, formada de inúmeras informações que requerem análises, que por sua vez devem ser medidas e verificadas constantemente, abdicando, assim, da intuição.

O pensamento analítico constata o que já é sabido, como dados e estatísticas baseados no passado. No entanto, o pensamento intuitivo baseia-se em pouquíssimas informações analíticas e relaciona-se mais com tendências futuras, posturas positivas e acessa outros fatores, como se “visse uma luz no final do túnel”.

Você deve se lembrar de algumas vezes em sua vida, que sabia algo, mas não sabia o porquê deste saber. Não sabia a lógica disto. Você apenas queria seguir aquele caminho, pois tinha a ciência de que daria certo, porém não conseguia explicar o porquê da sua escolha. Isto ocorre porque você não possui dados suficientes arquivados em seu conhecimento analítico para justificar esse tipo de atitude. Isto é intuição.

Ao parar para analisar, você encontrará diversas situações em sua vida, em que soluções, aparentemente impensadas, resolveram problemas pensados em momentos completamente inesperados. Foi a intuição que trabalhou por você neste momento.

Infelizmente, passamos muitos anos de nossas vidas aprendendo a pensar analiticamente e pouco tempo aprendendo a pensar intuitivamente. Porém, a intuição pode ser treinada e desenvolvida, e, conseqüentemente, incorporada ao processo inovador. Por isso, neste texto, você aprenderá alguns exercícios e algumas formas de intuição em que você possa se aprimorar, bem como quais são as qualidades para ser uma pessoa inovadora. O remédio é bom somente se for usado, então experimente...

Qualidades de uma pessoa inovadora

São qualidades que quanto mais você investir a desenvolvê-las, mais inovador você se tornará e, com certeza, garantirá mais resultados em suas metas profissionais e pessoais. São elas:

Desafiador

Como desenvolver: seja insatisfeito e questionador. Fuja da rotina e procure buscar sempre novas hipóteses, mas sem ser uma pessoa neurótica.

Curioso

Como desenvolver: explore ativamente o ambiente o qual se encontra. Investigue novas possibilidades e busque sanar o medo e as dúvidas. Sempre faça perguntas às pessoas que encontra, ao invés de apenas dar respostas (já ir falando da sua vida). Pois, as pessoas sempre nos ensinam algo completamente novo, e podem dar respostas as suas dúvidas, sem se darem conta disso.

Automotivação

Como desenvolver: trate as suas necessidades internas. Empreenda em novos projetos, independentemente da recompensa que possa vir por seu esforço.

Visionário

Como desenvolver: acreditar que o impossível é o impensável já é um bom começo. Mantenha sempre uma orientação futura, e procure ter uma imaginação bem fértil. Honre sempre sonhos se sonhadores.

Flexibilidade e Velocidade

Como desenvolver: surpreenda-se a si mesmo. Procure ser veloz na sua capacidade de mudança e novas adaptações.

Ousado

Como desenvolver: nunca tenha medo do ridículo. Arrisque sempre e experimente tanto as coisas confortáveis como as desconfortáveis. E jamais se conforme com o fracasso.

Peregrino

Como desenvolver: “Ande” e “viaje” para obter novos pensamentos. Interaja com os outros e mude sempre. Se julgar necessário, mude até o layout de seu ambiente de trabalho, obtenha novos ares e movimentos.

Brincalhão e bem humorado

Como desenvolver: deixe fluir a sua criança interior. Não tenha medo de rir, ou de apreciar a incongruência ou a surpresa. Permita-se sonhar!


Inovar é renovar, é trazer novidades, é ampliar seus horizontes. É trazer a felicidade ao seu processo criativo, as suas metas, aos seus sonhos. A intuição independe de raciocínio, mas se você souber se atentar aos detalhes que ela lhe proporciona, só tem a ganhar em todos os aspectos da sua vida profissional e pessoal, você entrará em sincronicidade com o universo juntamente com seus planos, e como disse uma vez Gandhi “a felicidade é quando o que você pensa, o que você diz, e o que você faz estão em harmonia”.

Colunista do Vila Sucesso e Vila Equilíbrio, Leila Navarro é palestrante motivacional e comportamental, além de ser empresária e Presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano.

Comente

Assuntos relacionados: carreira sucesso motivação inovação