Uma nova imagem das mulheres no trabalho

mulheres executivas

Foto Getty Images

Aquela imagem que vinha à cabeça quando se falava em mulheres no trabalho, de tailleur, salto e óculos de grau, principalmente executivas, está mais do que ultrapassada. Os tempos são outros e essa constatação é evidente nos mais diversos setores profissionais.

Nos deparamos com essa imagem estereotipada ao folhear a página de uma revista ou ilustrando anúncios diversos. São imagens típicas de bancos de imagens, que denunciam de maneira inconsciente como mulheres independentes e empreendedoras deveriam parecer.

Acontece que esse imagem está mais associada à mulher dos anos 80 do que a mulher dos dias de hoje. A mulher moderna superou modismos corporativos e muitas vezes é empresária dentro de sua própria casa. Mesmo quem está no escritório hoje adquire uma certa liberdade de se expressar visualmente diferente do passado.

As mulheres bem-sucedidas profissionalmente também são mais jovens, seus trajes e cortes de cabelo são mais atuais, são a "mulher faz-tudo": enquanto segura um tablet ou digita em um notebook, está com o bebê no colo. Isso mostra que a imagem da mulher contemporânea é muito mais ampla, inserida num universo muito mais diversificado e complexo. O que contradiz com a mulher da revista, de terninho e segurando uma maleta.

O que vemos em anúncios e revistas atreladas ao universo corporativo não é um reflexo dessa mulher de hoje. Se estamos tentando superar essa imagem defasada da mulher podada em um ambiente empresarial, precisamos de uma imagem que reflita o que somos e queremos ser agora.

De olho nessa reformulação, a diretora executiva do Facebook, Sheryl Sandberg, criou uma parceria com um dos principais bancos de imagens do mundo, o Getty Images, para oferecer uma nova coleção de fotos que representem significativamente a mulher dos dias modernos. Curiosamente, os três termos mais buscados no banco de imagens do Getty são: "mulheres", "empresa" e "família".

A nova coleção de imagens traz mulheres profissionais de diversas áreas, como saúde, comunicação, arte, educação física, etc, e em situações mais condizentes e verossímeis ao seu estilo de trabalho.


Para que as pessoas possam pensar de modo diferente a respeito de alguma coisa é preciso mudar a imagem que elas têm agora, certo? O papel do marketing e da mídia em si pode reforçar estereótipos ou buscar o caminho inverso, que é refletir a sociedade atual, lutando contra o sexismo e todas as vertentes preconceituosas e ultrapassadas.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: carreira trabalho mulher mulher trabalho