Três erros que os empresários cometem

Principais erros que os empresários cometem

O palestrante motivacional Rodrigo Cardoso/ Foto: divulgação

Errar é humano, certo? Mas é sempre bom rever os erros para evitar cometê-los. E no meio corporativo, muitas vezes os empresários cobram resultados dos funcionários e esquecem de rever os próprios erros. A falta de liderança, as falhas na comunicação e a indiferença no tratamento ao colaborador são as principais falhas apontadas pelo palestrante motivacional Rodrigo Cardoso.

A começar pela liderança, o especialista diz que a falta dela faz com que a equipe fique perdida, como um navio à deriva. "Todo grupo precisa de um líder que mostre o caminho, que dissemine as metas na organização, que as acompanhe e, principalmente, que saiba inspirar seus funcionários a fazerem mais e melhor não só pela empresa, mas por eles mesmos".

O que não pode faltar numa boa liderança é a comunicação. Quanto mais clara ela for, menores serão as chances de má interpretação ou de rumores infundados. Mas apenas se comunicar bem não basta, muito menos perder tempo tentando filtrar as informações que serão transmitidas aos funcionários. "O bom comunicador não é quem fala bem e sim aquele que tem certeza de que o outro entendeu bem o que ele falou", garante Rodrigo.


Em terceiro lugar, a indiferença. Se em todos os setores da vida as pessoas gostam de se sentir únicas, na empresa não é diferente. "As pessoas se sentem motivadas quando sabem que suas ideias são consideradas. O tratamento coletivo leva a falta de comprometimento e, consequentemente, resultados medíocres", ressalta. E Rodrigo conclui dizendo que "todo gestor deveria conhecer os sonhos, os objetivos e metas de seus funcionários".

Com essas três dicas, com certeza o profissional irá se sentir mais motivado. Afinal, motivação significa ter um motivo para entrar em ação. E a realização dos sonhos profissionais e pessoais é mais do que um bom motivo para alguém se dedicar.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: carreira motivação liderança comunicação