Trabalhar em pé pode ser requisito para profissões do futuro

trabalhar em pé

Foto - Shutterstock

Anote aí: trabalhar em pé pode fazer parte das profissões do futuro. Isso mesmo! Segundo pesquisas, o tempo que as pessoas permanecem sentadas no trabalho pode causar problemas cardiovasculares e favorecer o diabetes.

E outra, trabalhar em pé não favorece apenas a saúde, mas também incentiva a criatividade e aumenta a produtividade dos funcionários. O modelo é ideal para agências de comunicação, por exemplo, que valorizam funcionários mais ativos. No século 19, escrivãos costumavam trabalhar de pé e esse modelo só mudou no século 20, quando se deram conta de que era mais fácil controlar as equipes quando estavam sentadas.

Já imaginou? Claro que para isso, as empresas vão ter que se adaptar com modelos de mesas ajustáveis, o que precisa de um alto investimento (algumas delas chegam a custar quase R$ 2 mil). E isso não significa trabalhar o período todo de pé. O funcionário deve ter o direito de escolher como quer trabalhar e o ideal é mesclar as duas posições.


Por Helena Dias

Comente