Stress - Escritórios Prontos para Explodir

Confesso que gosto de manter uma postura um tanto crítica com quase tudo o

que leio (e convido as leitoras aqui para que não sejam diferentes ao ler os meus textos). Detesto "lugares comuns", novidades requentadas batizadas com novas denominações, modismos frívolos, regrinhas de conduta da vida como se essa fosse tão simples quanto preparar uma refeição. Mas o que mais me incomoda é quando percebo que a midiatização sobre algumas louváveis práticas, acaba por ocupar o lugar do ato em si. Real e concreto. É como se o fato de falarmos e escrevermos sobre uma excelente atitude, eliminasse a necessidade de praticá-la.

Li em uma matéria que os brasileiros estão entre os povos mais estressados do

planeta. Que nas grandes metrópoles e em especial nos escritórios, profissionais com alta qualificação e responsabilidades por decisões, vivem no limite biológico da explosão. Isso é assustador, mas também muito curioso, pois vivo lendo sobre as inúmeras iniciativas, soluções e modinhas que objetivam a elevação da qualidade de vida nas empresas. Leio também sobre a importância de se reter bons profissionais, com políticas arrojadas de gestão de recursos humanos.

Muito bem, mas na modesta opinião deste que vos escreve, muito se diz e se publica, mas pouco ou pouquíssimo se pratica. O que será que está acontecendo? Sinceramente não tenho a resposta, mas com a certeza de que as iniciativas pessoais são a única saída, decidi reunir aqui algumas dicas que coloco em prática na minha própria vida e divulgo ao meu pessoal no escritório. Nada de auto-ajuda corporativa, nada além do velho e conhecido bom senso. Lá vai:

Acorde cedo

A falta de tempo, ou a sensação de que o dia não é o suficiente para darmos cabo de todas as obrigações e atividades é um dos principais causadores de stress e ansiedade no dia-a-dia. Começando o dia mais cedo, você o planeja com mais eficiência e se sentirá no controle dos acontecimentos.

Não sofra por antecipação

Esse é um dos maiores inimigos de uma vida equilibrada. Obviamente, precisamos nos antecipar diante de algumas situações previsíveis ou muito possíveis. Sem isso a vida seria uma confusão total. Mas se entregar ao sofrimento antes que de fato exista motivos para isso é outra história. Winston Churchill, o grande líder britânico da 2ª guerra mundial, uma vez questionado sobre como lidava com as inúmeras preocupações, respondeu: "Eu não tenho tempo para me preocupar". Portanto não perca a sua saúde atravessando a ponte antes de ela chegar.

Tenha outros interesses

Não viva a vida profissional como se nada além dela existisse. Procure bons livros, vá ao teatro, ao cinema, cuide das pessoas que ama. Procure conviver com gente distante do seu mundo profissional. Cultive outros gostos e paixões. Você é muito mais do que um cargo. Assim como o seu corpo precisa de algumas horas de sono diárias para descansar, a sua mente precisa ser limpa, arejada e reabastecida com outros estímulos.


Por fim, para e pense se todo esse stress vale mesmo à pena, e lembre-se. A vida é muito curta, e envelhece com saúde aqueles que tem sorte e atitude. Além disso, passa rápido demais, é efêmera e muito frágil.

Gustavo Chierighini, atento observador do universo corporativo, é fundador e publisher da Plataforma Brasil, especializada em informações e conteúdos de inteligência empresarial. www.pbrasilnet.com.br

Comente