"Ruim com ele, pior sem ele"

Se quando lhe perguntam sobre o seu trabalho você responde: “Ruim com ele, pior sem ele”, você mostra que não está entendendo nada do que anda acontecendo com o mundo e está completamente mal-informado sobre o que representa ter, hoje em dia, um trabalho.

Sempre me perguntam qual a fórmula, o segredo dos vitoriosos, dos poderosos, das pessoas que “chegam lá”. Eu digo que não existe uma fórmula certa e infalível, mas que acredito que para alcançar isso é preciso que todo indivíduo sinta pelo menos três coisas em relação ao seu trabalho para que possamos dizer que esteja feliz e realizado. E, além disso, que esteja sempre disposto a buscar soluções, encarar novos desafios e vencê-los.

A primeira é ter química. É como namorar, você tem que sentir um bem-estar no local de trabalho, fazendo aquilo muito à vontade, com alegria e com energia. É gostar do que faz e fazer o que gosta. Você tem que sentir a mesma emoção que sentiu no seu primeiro dia de trabalho. Aliás, isso serve para tudo na sua vida. Se você não sente mais a mesma emoção do começo, é melhor repensar o seu momento e entender que mudanças serão necessárias para que você volte a se sentir bem e motivado. Pense... o que é que realmente te motiva? O que é que o faz acordar toda manhã para ir ao trabalho?

A segunda é estar crescendo com a oportunidade que está em suas mãos. Crescer significa estar aprendendo e ensinando constantemente com a experiência que está vivendo. Isso é compartilhar conhecimento, é fazer parte do todo e fazer também o que te cabe, a sua parte. Você não pode fazer como aqueles que têm medo de amar porque sabem que isso é viver para o que der e vier. Ou ainda, como aqueles que têm medo de arriscar e esperam que alguém faça aquilo que é do seu dever.

Já a terceira é a sua missão. O sentido da sua vida tem que estar engajado com o momento e oportunidades que está vivendo. Para que isso aconteça o momento presente tem que ter uma ligação, uma conexão, ou o mesmo objetivo da sua missão. Assim sua tarefa se torna mais prazerosa e você consegue ficar por inteiro, concentrado no que está vivendo.


Garanto que depois disso, “o ruim com ele, pior sem ele”, se transformou em algo bom ou você simplesmente resolveu mudar, não trabalha mais no mesmo lugar e está buscando uma oportunidade nova de mostrar o seu talento, usá-lo e sentir muito prazer por isso. Afinal, você já descobriu que continuar trabalhando em algo, ou em um lugar que não te motiva, nem dá prazer, é uma violência contra você mesmo, sua criatividade e poder de inovação, e não deve durar por muito tempo.

Colunista do Vila Sucesso e Vila Equilíbrio, Leila Navarro é palestrante motivacional e comportamental, além de ser empresária e Presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano.

Comente