Quando a beleza pode atrapalhar a carreira?

Quando a beleza pode atrapalhar a carreira

"As mulheres bonitas são julgadas pela aparência com relativa frequência. No mundo corporativo não é diferente", afirma Marshal Raffa, diretor-executivo da Ricardo Xavier Recursos Humanos, que acredita que a beleza de uma candidata pode despertar sentimento de inveja e concorrência em quem estiver fazendo a seleção.

De acordo com a pesquisa dos economistas israelenses, Bradley J. Ruffle e Ze'ev Shtudiner, da Universidade de Londres, mulheres bonitas têm suas chances de contratação reduzidas em até 30% em comparação às não tão atraentes.

Os economistas chegaram a esta conclusão após entrevistarem pessoas responsáveis por selecionar candidatos em diversas empresas (96% são mulheres com média de 29 anos e 67% também são solteiras). "As evidências apontavam para a inveja feminina no ambiente de trabalho como a razão principal de penalizar a beleza no processo de seleção", declararam os pesquisadores.


Mas não é só na hora da entrevista que a beleza pode conspirar contra a mulher. A assistente administrativa, Giovanna Silva, trabalha numa grande empresa de fertilizantes e conta que teve problemas por causa da sua aparência. "Uma colega de trabalho confessou a outro funcionário que não gostava de mim simplesmente por me achar bonita e simpática demais", diz Giovanna, que acredita ter sido vítima de inveja. "Ela sempre me tratou com indiferença, sem eu sequer ter feito algo contra ela".

Por Livany Salles

Comente

Assuntos relacionados: carreira trabalho ciúmes inveja concorrência