Profissões em que elas recebem mais que eles

Profissões em que elas recebem mais que eles

Muita gente sabe que muitos homens ganham mais que as mulheres, mesmo em cargos e tarefas similares. De acordo com a "31ª Pesquisa Salarial e de Benefícios" realizada pela Catho Online, eles são até 70% mais bem remunerados que elas. Porém, como em toda regra, há exceções. O mesmo estudo mostrou que o quadro se inverte em algumas carreiras. Ou seja: elas recebem um salário maior que o deles.

A pesquisa é atualizada a cada quatro meses. A última aconteceu em fevereiro deste ano e contou com mais de 175 mil respondentes de mais de 21 mil empresas em 3550 cidades de todo o Brasil.

Se você for, por exemplo, uma professora com doutorado, pode estar recebendo 25% a mais que seu colega de mesma profissão e nível de formação. Essa é a carreira que, segundo a pesquisa, apresentou a maior diferença entre as remunerações de homens e mulheres. Logo em seguida aparecem as estilistas e gerentes de hotel, que recebem 22% a mais que os colegas do sexo oposto que ocupam o mesmo cargo.

E não é só nessas três áreas que elas ganham mais que eles. O estudo apontou um total de 19 carreiras - de professor doutor (25%) a arquiteto pleno (3%) - em que acontece a mesma coisa. "As mulheres se destacam em profissões onde estão mais presentes, como nas áreas de moda, letras, psicologia, enfermagem, recursos humanos, nutrição, entre outras", observa o diretor da Pesquisa Salarial da Catho Online, Marco Soraggi.

A novidade é uma boa notícia até para a profissional que não está nas carreiras citadas, pois os dados mostram que a disparidade de salário entre homens e mulheres está diminuindo. "Isso acontece principalmente quando o nível de instrução delas é igual ou superior ao do sexo oposto", afirma Silvana Franzotti, consultora de Gestão Estratégica de RH da Catho Online.

A especialista deu dicas preciosas para quem deseja melhorar sua situação profissional, ser promovido e, quem sabe, ter um salário mais abundante. "É importante que o funcionário seja pró-ativo, cumpra as metas estabelecidas, seja ágil e se molde ao perfil de seu cargo", diz. E, para as mulheres, aí vai o conselho: "Invistam cada vez mais na formação, como já têm feito".

Confira abaixo o ranking completo das carreiras em que elas são mais bem remuneradas que eles, e a porcentagem a mais, em relação aos homens, em cada profissão:

1. Professor Doutor: 25%

2. Modelismo - Estilismo: 22%

3. Gerente de Hotel: 22%

4. Terapeuta Ocupacional (Fisioterapia): 19%

5. Professor Graduado: 16%

6. Recepcionista em Hotel: 16%

7. Estagiário em Enfermagem: 13%

8. Analista Pleno - Jornalismo: 13%

9. Coordenador de Biblioteca: 11%

10. Coordenador, Supervisor ou Chefe de Treinamento e Desenvolvimento (RH): 10%

11. Repórter: 9%

12. Psicólogo Hospitalar: 9%

13. Analista Pleno - Vendas: 8%

14. Analista Pleno - Recrutamento e Seleção: 6%


15. Analista Pleno - Atendimento ao Cliente: 6%

16. Bibliotecário: 6%

17. Secretária Executiva: 4%

18. Secretária Bilíngue: 3%

19. Arquiteto Pleno: 3%

Por Priscilla Nery (MBPress)

Comente