Profissionais simpáticos ganham menos

Profissionais simpáticos ganham menos

Todo mundo tem um colega de trabalho mais sério, rabugento ou desagradável. E você, que acha que ser simpática, cordial e colaborativa é sinônimo de reconhecimento, saiba que aquele funcionário "mala" ganha mais do que você.

Profissionais norte-americanos descobriram, através de estudos, que aqueles considerados não tão agradáveis recebem mais do que os que possuem um perfil mais simpático dentro da empresa. O objetivo do levantamento, realizado por professores de universidades norte-americanas era compreender o perfil de cada indivíduo, em relação a valorização salarial de cada um.

De acordo com o coordenador de consultoria da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Samuel Artus, a situação no Brasil não é tão diferente que nos Estados Unidos. Artus acredita que as pessoas que valorizam mais a remuneração tendem a ter um perfil mais rígido e focado em resultados, o que faz com que esse profissional ganhe mais.

Segundo o estudo, os empregadores valorizam mais os funcionários que mostram resultados, indiferente do humor. Sendo assim, subentende-se que ser apenas simpático não vai ajudar o profissional a se destacar se ele não focar em resultados. Renata Soares é assistente administrativa e se considera desvalorizada. "Estou sempre disposta a ajudar e acabo fazendo tarefas que não são minhas. Meus colegas enxergam meu esforço, mas meus superiores não", desabafa Renata que já viu vários funcionários receberem aumento, enquanto ela continua com o mesmo salário.

De acordo com Artus, para ter uma carreira de sucesso é importante que o profissional estabeleça uma harmonia entre os seus valores e os da empresa, ou seja, se você trabalha numa empresa que tem uma cultura altamente competitiva e estimula constantemente a competitividade, sem dúvida os profissionais com perfil focado em resultados e, portanto, pouco colaborativos, serão mais valorizados que os demais.


O coordenador de consultoria aconselha, a qualquer profissional, buscar oportunidades em empresas que tenham um perfil que combine com o seu, pois do mesmo jeito que existem funcionários que são competitivos e dinâmicos, outros simplesmente não conseguem trabalhar em ambientes assim.

Por Livany Salles

Comente