Problemas no trabalho? Procure a saída com um mentor profissional

Mentor profissional

Foto: Andreas Baum/Corbis

Começo de ano é a época ideal para sacudir as situações da vida que estão nos incomodando, principalmente na área profissional, e procurar uma saída! Chegou a hora de colocar o emprego na balança e enumerar os prós e contras. Se os resultados não forem positivos, você pode encontrar ajuda com um mentor profissional.

Como o mentor pode me ajudar?

De acordo com Eduardo Ferraz, consultor em Gestão de Pessoas há mais de 25 anos e autor do livro "Seja a pessoa certa no lugar certo" (Editora Gente), o grande problema das pessoas é o baixo autoconhecimento. "Se você não sabe o que quer, quem você é ou em que é bom ou ruim, como vai achar uma profissão certa e ser feliz?", disse. Sendo assim, basta realizar uma autoanálise para encontrar a causa da insatisfação.

É exatamente isso o que Rodrigo Cordelini faz. O mentor, que ajuda pessoas a encontrar, planejar e até mudar de carreira, foi bem direto: "Não confunda o mentor com um atalho ao sucesso, 50% sou eu e 50% é você. Vou descobrir o que lhe faz feliz, lhe diverte, seus hobbies. Coisas simples, que muita gente não sabe responder".

Assim, o cliente encontra o que o move e vai atrás, deixando de lado os interesses de uma corporação, por exemplo. "O segredo do sucesso não é se tornar um líder, mas estar satisfeito com a atividade que produz. Trabalhar apenas para ganhar dinheiro não funciona mais!", enfatiza Cordelini.

Quando devo procurar um conselheiro profissional?

Quando estiver insatisfeita no trabalho; se sentir vazia, mesmo com um bom cargo e salário; não estiver trabalhando com seus interesses; tiver valores diferentes dos da sua empresa; quer ser promovida, mas tem dificuldade; deseja se tornar empreendedora e investir no próprio negócio; se sentir ameaçada por um concorrente dentro da mesma empresa.


Qual o melhor mentor para mim?

É aquele com quem você se identifica. Não existe regra, apenas recomendações. "Veja a carreira, currículo e histórico do seu mentor. Se conhecer alguém que já se aconselhou com ele, melhor ainda. Não compre pacote de sessões antes de fazer um test drive", Ferraz dá a dica.

Vou conseguir resultado?

Sim, porém é bom lembrar que ele não virá do dia para a noite. Cordelini, por exemplo, contou um exemplo radical de um de seus clientes: "Ela era Gerente de Comunicação do Albert Einsten e virou treinadora de golfinhos. Hoje está feliz". A maioria dos processos leva de seis meses a um ano para trazer mudanças.

Vale ressaltar que tempo é algo que não será problema para você, já que o ano acabou de começar! Está com problemas no trabalho? Já sabe onde pedir ajuda...

* Serviço: Rodrigo Cordelini, mentor profissional.

Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: carreira emprego trabalho mentor profissional