Plano de estudo para concurseiras

Plano de estudo para concurseiras

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Já estamos no meio do ano, mas se você deseja passar em algum concurso, ainda dá tempo! A correria é grande e a rotina apertada pode parecer um empecilho, mas como o Dr. Fernando Elias José diz: "É só querer!"

Com a ajuda do profissional, vamos lhe dizer o que fazer e o que deixar de fazer de maneira equilibrada para que você possa focar no seu objetivo e conquistar seu sonho.

Para quem não sabe, Fernando é psicólogo especialista em ciências cognitivas e autor do livro "Concursos - Faça Sem Medo", cujo tema principal são dicas e soluções para quem está se preparando para vestibulares e concursos, ou seja, tudo o que você precisa!

Para ele, a primeira recomendação é que a pessoa escolha o que quer fazer e mantenha isso como o foco principal. "As opções são muitas, então, é necessário buscar a área que deseja estudar, os cargos que imagina concorrer e poder, a partir disso, ter noção do que realmente estudar", garante.

Com este processo de buscar o objetivo final fica muito mais fácil trabalhar o planejamento do caminho. Depois, o que vale é estudar: "Foco nos editais do concurso. Em cima disso, você pode buscar a informação necessária para saber as matérias que precisa se interar".

E continua: "O edital lhe dá o título do conteúdo, sendo assim, a pessoa tem que buscar em cima disso os subtítulos e etc. Daí a necessidade de definir o que você quer fazer já no começo, para não se embaraçar".

Quantidade x Qualidade

Estudantes jovens ou pessoas que trabalham por conta própria podem encontrar mais tempo para estudar do que outras que estão empregadas ou tem a rotina mais apertada por outros motivos. Isso, de maneira alguma, é empecilho.

O Dr. Fernando ressalta: "Você terá que dividir o seu tempo em relação ao estudo que deseja fazer. Essa divisão deve valorizar a qualidade do estudo e não a quantidade. Entenda, muitas vezes pessoas que estudam o dia inteiro tiram menos proveito do que alguém que estuda apenas duas horas por dia".

Sem desvalorizar a pessoa que tem uma rotina extensa, mas muitos não pensam no objetivo final. Se você trabalha ao longo do dia, tente fazer duas horas de estudo diários, no mínimo. Se durante a semana é complicado, reserve algumas horas de seu final de semana para isso.

Porém, o escritor avisa: "É fundamental ocorrer um equilíbrio. Eu sempre digo que o concurso não pode ser a vida da pessoa, tem que fazer parte da vida dela. Então, na medida em que você se priva de algumas coisas no fim de semana, é porque você trabalha durante a semana toda, mas não é certo estudar das 7h à meia-noite. Apenas busque o equilíbrio e não deixe de viver".


E é por isso que ele bate na teclar da qualidade já que "quantidade não é nada". Anotou?

Para finalizar com chave de ouro, o psicólogo dá a mega dica: "Objetivo claro + planejamento bem feito = resultado garantido. Só não passa quem desiste no meio do caminho. O esforço é grande e não é fácil, mas é só querer".

Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente