Perfil do jovem empreendedor

Os jovens da Geração Y estão bem familiarizados com a expressão empreendedorismo. Prova disso é que eles representam 1/3 dos novos empreendedores formalizados no Brasil. De acordo com o Sebrae, são 320 mil pessoas com menos de 30 anos que dirigem o próprio negócio.

No entanto, a maioria dos empreendedores que se formalizaram têm entre 31 e 50 anos. Nas cinco regiões brasileiras, o percentual de trabalhadores com essa idade varia de 54% a 57%, e em torno de 13% têm acima de 50 anos.

Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria Korn/Ferry, os nascidos entre as décadas de 80 e 90 já ocupam cargos de chefia em 51% das empresas brasileiras. E vão além. Em busca de autonomia, eles abandonam o cargo para serem os donos de seus próprios negócios.

Porém, para empreender não basta ter uma grande ideia, mas é preciso conhecer profundamente o ramo onde irá atuar, ter uma reserva financeira e ultrapassar as barreiras da burocracia e da desconfiança, conquistando a credibilidade em dirigir uma empresa mesmo com pouca experiência.


O planejamento é válido para qualquer pessoa, de qualquer idade, que pretender empreender. Para os mais novos é fundamental para compensar a falta de experiência no mercado de trabalho. Investir em cursos e especializações é um diferencial para esses jovens.

Por Lívany Salles

Comente