Paula Sack é a musa do UFC (Ultimate Fighting Championship)

Paula Sack é a musa do UFC

Foto/Divulgação

No dia 27 de agosto acontecerá o Ultimate Fighting Championship (UFC), no Rio de Janeiro. Os maiores lutadores de MMA, antigo Vale Tudo, estarão presentes. Os 14 mil ingressos foram vendidos em menos de duas horas. As entradas custaram entre R$ 275 e R$ 1.600.

A jornalista Paula Sack é a única brasileira a integrar a equipe do UFC. Paulinha, como é conhecida, sempre gostou de esportes radicais. Ela trabalhou por seis anos no "Canal Combate", onde foi apresentadora e repórter. Muitas vezes era a própria que fazia a edição e direção dos trabalhos. Foram mais de 500 lutadores entrevistados e coberturas de lutas nacionais e internacionais. Em março deste ano, Paula passou a se dedicar exclusivamente ao UFC.

"Eu sempre curti esportes, principalmente os radicais. Confesso que levei um susto quando ‘cai’ no mundo da luta. Esse é um público muito exigente. Eu achava que entendia de artes marciais, hoje vejo que não sabia nada. Acabei focando toda a minha profissão no MMA", revela Paula.

Engana-se quem pensa que Paulinha é apenas repórter no UFC. A loira também é responsável pela produção, câmera, direção e colunista na revista. Ela costuma brincar dizendo que chuta, corre e cabeceia. Sobre essa nova fase, ela diz: "Eu estou achando incrível e uma grande responsabilidade. Esse ainda é um universo muito masculino e eu sou a única repórter brasileira, isso é para mostrar que nós também entendemos de luta. "Muitas matérias que eu faço entram com legendas para o mundo", revela orgulhosa.

Paula Sack é a musa do UFC

Foto/Divulgação

A respeito do UFC Brasil, Paula acredita que será uma ótima chance para brasileiros que gostam de MMA conhecerem seus ídolos. "É triste ver lutadores brasileiros terem reconhecimento fora do país e aqui nenhum", lamenta. No entanto, Paula não acredita que as lutas, como esporte, sofram preconceito. Para ela é uma questão de falta de informação. "Com a vinda o UFC, isso tudo vai mudar", torce a jornalista.

Ao ser questionado sobre o que falta para que o MMA atinja o nível de popularidade que tem no Japão e nos Estados Unidos, Paulinha dispara: "O que falta é investimento, não só no MMA, mas também nos outros esportes. O MMA ainda é novo e as pessoas têm uma imagem errada. Esse é um esporte incrível, só precisa de mais investimento e atenção da mídia". Sobre o comportamento dos outros países ela afirma: "O Japão tem uma tradição na luta e o EUA investem em esporte".

Paula diz que não conseguiria escolher um lutador para ser o seu favorito. "Sou fã de todos, eles têm garra, determinação e talento", diz a jornalista. Mas destaca que gosta do estilo Anderson Silva, Rodrigo Minotauro, Lyoto Machida e Jose Aldo. Sobre o primeiro, Paulinha afirma: "Ele é um ícone do esporte, o que ele está fazendo pelo nosso país é uma grande honra".

Confira os combates favoritos da repórter:


- Anderson Silva vs Forrest Griffin - UFC 101

- Anderson Silva vs Chael Sonnen - UFC 117

- Lyoto Machida vs Randy Couture - UFC 129

- Gabriel Napao vs Mirko Cro Cop - UFC 70

- Junior Cigano vs Fabricio Werdun - UFC 90

- Jose Aldo vs Urijah Faber - WEC 48

- Rodrigo Minotauro vs Bob Sapp - Pride

- Mauricio Shogun vs Rogerio Minotouro - Pride

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente