Pare de adiar aquela tarefa chata!

Pare adiar aquela tarefa chata

Você costuma procrastinar atividades ao longo do seu dia? Uma pesquisa realizada pela Neotriad, um sistema de gerenciamento de atividades, com trabalhadores de diversas áreas revela que 98% deles procrastinam alguma tarefa ao longo do dia. Fazemos isso porque temos o costume de priorizar o que gostamos e, quando o cansaço bate, deixamos as coisas chatas para fazer depois.

Esse adiamento das tarefas que consideramos chatas faz parte da rotina de todo ser humano. Apertar a tecla "soneca" do rádio-relógio depois que ele interrompe seu sono para avisar que você precisa sair da cama para trabalhar é um exemplo de procrastinação. "Os 2% que falaram ‘não’ estão mentindo", diz Christian Barbosa, especialista administração de tempo e produtividade. A procrastinação se torna crônica quando a pessoa adia a mesma atividade 20, 30 vezes.

Christian afirma que este adiamento é comum mais na vida pessoal do que profissional. Isso porque na vida profissional existe a cobrança do chefe, dos colegas de trabalho, há prazos. Já na vida pessoal não há ninguém fazendo cobranças constantes. "Se você tem que se matricular numa academia, mas tem preguiça, acaba adiando essa necessidade, já que ninguém lhe estabelece prazos. Com isso a pessoa se anula".

O especialista comenta ainda que as pessoas mais ativas e com níveis maiores de energia costumam procrastinar menos. "Esse perfil de profissional verá mais resultados ao longo do dia, uma vez que vai aplicar em suas atividades a mesma disposição que possui para praticar esportes, por exemplo", diz.

Para ajudar você a minimizar as procrastinações, Christian dá algumas dicas:


- Faça um planejamento de pelo menos três dias. Assim você distribui suas tarefas ao longo do dia, se organiza e evita adiá-las;

- Coloque as coisas mais chatas em seu período de maior produtividade. Se possível divida a tarefa em partes que durem mais ou menos 30 minutos;

- Se ficar indisposta na hora de começar aquela tarefa que você acha chata, pense no melhor e no pior que pode acontecer se você procrastiná-la mais uma vez;

- Adicione fatores que lhe tragam prazer durante ou após a atividade, como música ou um bombom;

- Se a tarefa chata foi muito complicada, faça intervalos e se alimente neste período. Existe uma relação direta entre alimentação e capacidade de decisão de acordo com recentes pesquisas.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente