Outubro e novembro: época de contratações temporárias

empregotemporário

Foto - Shutterstock

Os meses de outubro e novembro estão favoráveis para quem procura uma vaga de emprego temporário. Isto porque nesta época do ano, os empresários começam a se preparar para atender ao aumento das vendas no Natal.

Os dados são de uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Neste período do ano as funções mais procuradas pelas empresas são as de vendedor e balconista (46%), caixa (28%), garçom (24%), estoquista e repositor (15%), auxiliar de limpeza (10%) e ajudante de cozinha (6%).

A remuneração média do trabalhador temporário em 2014 deve ser de R$ 935,00 e em 35% das contratações, também há o pagamento de bônus por meio de comissões. Ser dinâmico, comprometido, saber trabalhar em equipe e ser comunicativo são as principais características desejáveis para o profissional buscado pelos comerciantes e prestadores de serviços.

Outra característica curiosa é que o público feminino tem mais oportunidades nos empregos temporários: 44% dos empresários entrevistados preferem mulheres, principalmente entre as empresas do setor de comércio.

Para completar o perfil, 60% dos empresários buscam profissionais com até 34 anos de idade e para 89% dos recrutadores, ter o ensino médio completo ou incompleto é o suficiente para se ocupar o posto, mesmo que o trabalhador não tenha um curso extracurricular na área pretendida.

Segundo o gerente financeiro do SPC Brasil, Flávio Borges , as contratações temporárias são uma boa oportunidade para o jovem que está procurando o primeiro emprego ou para quem está desempregado e quer se reposicionar no mercado de trabalho.

Ter desenvoltura para lidar com o público é importante, mas não se pode descartar uma boa dose de comprometimento e dedicação. "Uma dica importante aos candidatos é encarar o trabalho temporário com seriedade e como uma porta de entrada para permanecer na empresa", orienta.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: trabalho emprego temporário