Obras independentes - opção para publicar o seu livro

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Escritos que se mantiveram por anos guardados na gaveta (ou nas pastas do computador), anônimos ou timidamente divulgados apenas para os amigos. Ou, ainda, expressos em blogs e outros espaços virtuais. O que todos esses escritos têm em comum é a busca por uma editora que os publique e leve ao título de best-seller. Ou nem precisa chegar a tanto, só de ver os pensamentos impressos em livro já é uma grande realização.

Porém, com a dificuldade de publicar em grandes editoras, muitos escritores vem procurando editar seus livros de forma independente. Que o diga o editor e escritor, Edson Rossatto, da Andross Editora, que não só escreve como, também, incentiva a publicação de novos autores em antologias ou em publicações independentes.

Segundo ele, o ingresso de uma pessoa na carreira de escritor pode ser comparada com o ingresso de um jovem no mercado de trabalho. "Antes de se tornar um profissional, o jovem precisa fazer um estágio, ser um aprendiz. E o 'estágio' dos escritores se dá nas publicações coletivas, as chamadas antologias".

Porém, não basta apenas publicar. O escritor, como um empresário, investe inicialmente no seu projeto e, após a conclusão do mesmo, precisa batalhar para ser reconhecido no mercado. Fazer um blog ou um site para interagir com o leitor, criar uma trilha sonora ou um trailer, vale tudo para divulgar o livro e ser um sucesso de vendas. "A criatividade é o limite", ressalta Edson.


Um bom exemplo a ser seguido é o do autor Eduardo Spohr, que lançou "A Batalha do Apocalipse". Antes de ser reeditado pelo selo Versus, da editora Record, o livro já havia vendido algo em torno de 5 mil exemplares sem o auxílio de nenhuma livraria.

Por Lívany Salles

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente