O uso das drogas por executivos

O uso das drogas por executivos

As drogas não escolhem classe social, não distinguem credo, isso todo mundo já sabe. Porém, o que vem chamando cada vez mais a atenção é que vem aumentando o uso entre os executivos, usadas como uma válvula de escape para "amenizarem" a pressão do dia a dia corporativo. A fuga da realidade envolve excesso de trabalho e conflitos, além da sensação de ansiedade, angústia e raiva.

Para o especialista em Psicologia Organizacional, Odilon Medeiros, "é essencial ter responsabilidades para ser bem sucedido, mas o volume crescente vem acompanhado, na mesma proporção, de preocupações, e isso tem saturado as realizações e expectativas dos executivos".

Algumas imagens que foram divulgadas recentemente na Cracolância (conhecido ponto de drogas em São Paulo), mostraram homens de terno e gravata, bem sucedidos profissionalmente, utilizando crack. "Além das questões sociais, ligadas à saúde e recursos para cuidados com os viciados, um ponto deve ser analisado com mais cuidado: o que ocorre, afinal, com o expediente e a carreira profissional que sempre consumiram o tempo dos executivos?", indaga o especialista.

Por Lívany Salles

Comente