Mulheres ganham mais espaço na área industrial

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Mulheres ganham mais espaço na área industrial

Foto: Divulgação Usiminas/ Fotógrafo: Ian Lopes

Não é de hoje que as mulheres estão ganhando cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Mas, o que tem chamado a atenção são as vagas, que anteriormente eram ocupadas apenas por homens, hoje são ocupadas, também, por mulheres.

É o caso da operadora Rita Cajaíba Pessoa, de 22 anos, que trabalha numa grande siderúrgica como controladora de produção. Mas, para ingressar nessa área, Rita fez um curso profissionalizante no Senai (Serviço de Aprendizagem Industrial).

A jovem admite que nunca teve interesse em trabalhar em escritórios ou shoppings. "Sempre quis saber como as coisas se transformam. De onde vem a mesa, cadeira, vidro etc. Gosto de ajudar a construir", explica a controladora, que não se intimida trabalhando com muitos homens. "Os homens são mais calmos e simples. Gosto de pessoas objetivas, e os homens são".

Sobre o motivo que leva as empresas a contratarem mulheres, Rita acredita que as indústrias estão seguindo o ritmo do mercado. "Existem dentro da área industrial cargos que mulheres desempenham muito bem. Não é relacionado ao sexo da pessoa, a empresa quer ver resultado, capacidade, pro - atividade, dedicação e perfeição naquilo que faz", desabafa a operadora que concorda que a capacidade vai de pessoa para pessoa e que deve haver o respeito entre ambas. "É bom respeitar e lembrar que cada um tem seu limite".


Ação Social

Com o objetivo de ampliar a qualificação profissional das mulheres da baixada santista, a Usiminas Cubatão, em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade e SENAI, inauguraram esta semana o Centro de Qualificação Profissional da Mulher.

O projeto, criado há dois meses, já está apto a atender às primeiras alunas dos cursos de armadora de ferros, eletricista instaladora, pedreira assentadora, pedreira de revestimento e pintora de obras.

Por Lívany Salles

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente