Mulheres e relações saudáveis

A memória humana vista como uma sequência de janelas, ou áreas específicas, através das quais as pessoas reagem e interpretam. E vamos imaginar que somente o mundo dos sentimentos possui as chaves para abrir essas janelas. Cada uma delas pode conter milhares de informações e experiências. A teoria é abordada no livro "Mulheres inteligentes, relações saudáveis" ( Editora Planeta), o novo lançamento do escritor Augusto Cury.

Segundo ele, "o maior desafio de um ser humano é abrir o máximo de janelas em cada situação. Se conseguir abrir diversas janelas, poderá das respostas inteligentes. Mas se as mantêm fechadas, poderá dar respostas inseguras ou agressivas, por exemplo". E no âmbito profissional, tal teoria parece encaixar-se perfeitamente.

Aprender a crescer com as crises e dificuldades e construir relações saudáveis através do controle dos pensamentos e das emoções é um desafio e tanto. Por isso, o livro mostra vários tipos de mulheres e como identificá-las, aprendendo a valorizar-se e a deixar a culpa de lado. O autor mostra que existem as observadoras, as contemplativas, as analíticas, as hiperpensantes, as impulsivas, as autoritárias e as "casulo", mostrando os lados positivo e negativo de cada comportamento.

Outros temas muito importantes ao universo feminino também são apresentados pelo autor: as ditaduras do ciúme e da beleza, a generalização da crítica, o excesso de trabalho e o medo da perda, entre outros.

Augusto Cury é médico, psiquiatra e psicoterapeuta. Escreveu mais de 27 livros e é um dos autores mais lidos no Brasil nos últimos anos. Atualmente, sua obra é editada em mais de 50 países.

Por Lívany Salles

Comente