Medicina tradicional versus alternativa

A medicina tradicional vem cada vez mais reconhecendo a importância da medicina alternativa. Complementares, sim, e não mais duas estranhas. O sonho de quem luta por essa junção é oferecer nos hospitais e consultórios soluções inovadoras para os seres humanos, no aspecto de equilíbrio e harmonia, física, mental, emocional e espiritual.

O I Congresso Nacional de Visão Científica e Holística no Ambiente Hospitalar - Reprogramação, Terapias Complementares e Espiritualidade abordará o tema "Práticas Complementares no Ambiente de Saúde" em uma série de palestras na cidade de Santa Catarina.

A coordenadora geral do evento, Lisandra Pereira Alves, ressalta a importância do encontro. "Através de técnicas como Reiki, Cromoterapia e Estrutura Harmônica, identificamos as necessidades do ser dentro das terapias complementares, para que seja trazida a todos a necessidade urgente da aplicação das mesmas junto ao corpo médico, de enfermagem e clínico, pois está provado científicamente que os traumas nestes ambientes podem afetar as pessoas nos níveis biológicos, psicológicos, sociais e até espirituais", afirma.

As inscrições gratuitas já estão abertas e podem ser feitas através do site: www.visaocientificaeholistica.com.br.

Terapia Holística

A Terapia Holística enfoca o ser humano e seus problemas de uma forma diferenciada. Nesta visão, o ser humano é visto como um conjunto complexo, formado por uma individualidade inteligente (chamada de corpo emocional ou astral, alma ou espírito), um corpo energético, e um corpo físico. Sendo que todos os elementos precisam estar alinhados para que a recuperação seja plena. Dentre as técnicas mais divulgadas no Brasil estão: Reiki, Do-In, Shiatsu, Yoga, Acupuntura, Tai-chi-chuan, Florais, Massagem Bioenergética, dentre outras.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: carreira alternativa medicina