Marleide Monteiro: metas e muito trabalho

Uma história de sucesso, aventuras e muito trabalho, narrada no livro "Meu nome é Marleide". Começando de forma bem triste, com uma tragédia que marcou a infância, o que obrigou Marleide Monteiro a morar com uma tia-avó em Vitória da Conquista, município baiano. Ainda menina, teve a primeira ideia de negócio: vender mingau para os viajantes que passavam na rodovia Rio-Bahia.

Anos se passaram até que, aos 17 anos, conseguiu realizar um sonho: ir para a cidade de Santos, no litoral paulista. Hoje, ela sé dona de três confeitarias na cidade que povoava seus sonhos infantis. E muita aventura se passou para que alcançasse o sucesso profissional.

Não foi da noite para o dia. Do preconceito sofrido na infância ao casamento que a levou para Santos, nunca deixou o trabalho árduo para construir um nome. A empresária revela, também, as técnicas de marketing para ser reconhecida. De porta a porta nos prédios, oferecendo salgados para que as pessoas experimentassem e indicassem. Sem esquecer, claro, do plano bem definido e metas elaboradas que ajudaram a construir um empreendimento sólido.

"Foi sonhando que cheguei a Santos, de uma forma inusitada, é verdade. Casei-me com um conterrâneo que fora a Itabaiana buscar uma esposa. Eu me ofereci e hoje estou aqui, sempre trabalhando muito, mas sempre colhendo os frutos desse empenho", revela a empresária.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: carreira sucesso trabalho profissional negócio