Luiza Trajano: "Sou totalmente a favor de cotas para as mulheres"

Luiza Trajano Sou totalmente a favor de cotas para

Desde que assinou o prefácio do livro "Faça Acontecer", de Sheryl Sandberg, chefe

operacional do Facebook, a presidente do Magazine Luiza tem causado polêmica. Ao

incluir as mulheres no vasto grupo de classes menos favorecidas da sociedade, ela disse

que o público feminino também deveria se beneficiar do sistema de cotas.

"Sou totalmente a favor de cotas para as mulheres nos conselhos administrativos das

empresas. É um processo transitório para corrigir uma desigualdade social", disse

Luiza, em entrevista à revista Época Negócios. "De modo geral, as mulheres são pouco

convidadas a integrá-los. Enquanto os homens, quando chegam a certa idade, assumem

dois, três conselhos", completa.

No prefácio, a presidente do Magazine Luiza comenta a dificuldade que a mulher tem em ser reconhecida em uma carreira profissional de sucesso. Isso se deve às barreiras externas - como o preconceito e o assédio sexual - quanto internas, como a insegurança que sentem. "A gente já conquistou muita coisa, é verdade. Mas não podemos parar por

aqui."


Luiza, que é a única mulher entre os 40 presidentes de empresas de varejo no Brasil

e a única no Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de 2016, afirma que, diferente

do que muitos pensam, as mulheres não são competitivas, mas, sim, superunidas. "Eu

mesma recebo e-mails de mulheres de todos os níveis sociais, idades e lugares do

Brasil, que dizem: ‘Estou torcendo por você’, ‘você merece o sucesso".

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente