Jovens empreendedoras indicam 3 passos para o sucesso

Empreendedoras contam sobre experiência de abrir um negócio próprio e dão dicas para empoderar mulheres que estão pensando em empreender
Revista Principal

Foto: Divulgação

O cenário do empreendedorismo está ficando cada vez mais feminino. De acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016, a taxa de empreendedorismo feminino entre os novos empreendedores - aqueles que possuem um negócio com até 3,5 anos - é de 15,4%, já a masculina é de 12,6%.

E neste Brasil onde quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, as mais jovens já estão trilhando seu caminho para o sucesso!

Para falar sobre as delícias e desafios de abrir um negócio próprio, conversamos com Erica Diniz (24), Jaqueline Spinoso (26) e Rafaela Gomes Marques (27). Elas criaram juntas a Revista Principal e garantem: é possível, sim, viver de boas ideias - e antes dos 30!

Para te inspirar a empreender também, separamos três passos para o sucesso, de acordo com a experiência dessas mulheres bem sucedidas. Vamos lá:

Passo 1: Uma boa ideia

Erica Diniz Revista Principal

Foto: Divulgação

Erica Diniz, publicitária e diretora de arte e criação da Revista Principal deu algumas dicas para quem quer ter uma boa ideia. "Eu costumo dizer que as melhores ideias chegam nos momentos inesperados, em uma conversa na padaria, no cinema, assistindo um filme, enfim não tem dia nem hora apenas acontece. Claro que também ter experiência e domínio em algo específico ajuda muito, pois você já tem uma breve noção se aquela ideia irá ou não funcionar. A verdade é que para ter certeza é só tentando, e com os erros é que aprendemos mais", diz.

Segundo ela, a ideia da revista veio da união de diferentes especialidades para suprir a falta de um canal de comunicação que tratasse de assuntos do cotidiano e que chamasse a atenção e desperta-se a curiosidade pela leitura.

Dicas para começar do zero: 

1- Sempre você vai precisar ter um plano B, mesmo se o plano A estiver funcionando a mil maravilhas.

2- Networking é uma peça fundamental para os negócios, busque sempre conversar com outros empreendedores, de diversas áreas não se prenda a um único segmento.

3- Procure sempre por conhecimento, reaprenda a aprender! E se tiver medo, vai com medo mesmo.

Passo 2: A migração

Jaqueline Spinoso Revista Principal

Foto: Divulgação

Jaqueline Spinoso, publicitária e diretora geral falou sobre a migração de carreira. "Vejo que atualmente muitas pessoas acabam permanecendo nos seus empregos atuais por medo do que virá no futuro se investir tempo e dinheiro em algo próprio em plena crise. Mas também percebo que esse medo nem sempre é relacionado à parte financeira, e sim em como sair do zero e dar o primeiro passo em direção ao empreendedorismo".

Ela completa com algumas dicas: "Primeiro de tudo, acredito que é necessário ter conhecimento aprofundado no ramo que se pretende atuar. Deve-se estudar tudo a respeito do produto/serviço, desde os concorrentes do mercado à possíveis fornecedores", explica.

De acordo com ela, buscar especializações que possam colaborar com a sua empresa, como por exemplo nas áreas de marketing, vendas e estratégias também é um passo importante a ser dado.

"A hora certa para empreender vem da percepção pessoal de cada pessoa sobre a vontade e paixão para ter uma negócio em uma área que você gosta. Você precisa acreditar em você e ter a segurança de que é isso que realmente quer", diz.

Dica para superar insegurança: Insegurança é um sentimento comum para quem empreende, acredito que acertar o caminho para o sucesso é questão de tempo, dedicação, aprendizado e persistência. Não pode deixar o medo tirar essa experiência de vida que é empreender.

Passo 3: manter-se produtiva

Rafaela Marques Revista Principal

Foto: Divulgação

Rafaela Gomes Marques, publicitária e diretora comercial disse que existem cinco elementos muito importantes para se manter a “boa saúde” da empresa: OBJETIVO, FOCO, DETERMINAÇÃO, PERSISTÊNCIA E PENSAMENTO POSITIVOS.

Para não parar em frente as dificuldades Rafaela friza: "As dificuldades sempre terão, o importante é sempre parar e analisar o que você quer para a sua realização pessoal e profissional! Se realmente for o que deseja com foco e determinação, as dificuldades se tornarão mais leves".

Depois que o empreendedorismo chega na vida das mulheres, muita coisa muda. De acordo com a profissional, a primeira coisa foi a postura ao mundo dos negócios: "As expectativas precisam ser grandes, para a realidade também ser. Se pensarmos pequenos, sempre alcançaremos o mínimo. Mas, claro precisamos ter sempre uma segurança e conhecimento do que estamos planejando e executando", conta.

Conselho final para quem quer abrir um negócio: Tenha sempre em primeiro lugar o objetivo do que realizar a pequeno, médio e longo prazo! O foco e a persistência são os nossos melhores amigos, sempre!

Comente