Jazz e coral em treinamentos empresariais

Jazz e coral em treinamento empresarial

As empresas vem buscando cada vez mais formas criativas de treinar os funcionários. Talvez a palavra treinamento nem caiba tão bem dentro das novas técnicas. Saem os exercícios sistemáticos em atividades específicas e entra uma banda de jazz ou um coral com propósito terapêutico. Hoje, o trabalho envolve bem mais do que habilidades: o bem-estar físico e mental.

Exemplo disso, o músico Daniel Maudonnet ministra a palestra Jazz Concept para grandes empresas onde fornece conhecimentos básicos sobre música e específicos sobre jazz, relacionando a gestão das pessoas no ambiente de trabalho com um quarteto de jazz. Improvisação, liderança, comunicação e flexibilidade são alguns dos assuntos abordados.

A intenção é integrar o profissional de uma forma mais ampla. O trabalho em equipe tão harmonioso existente em uma banda ou em um coral é aplicado. O lúdico parece se encaixar muito bem no meio corporativo, muitas vezes marcado por tensões e estresse.

Os benefícios da música no meio empresarial são muitos. "A pessoa adquire maior consciência do seu potencial de expressão através da voz. Isso influi diretamente no aumento da autoestima. Também é uma ferramenta para maior conscientização do trabalho em grupo", explica o músico Rogério Baraquet, responsável pelo coral terapêutico.

O dito popular "Quem canta seus males espanta" cai como uma luva. "As pessoas tem possibilidade de liberar suas tensões através da voz e da expressão corporal. Sem contar o relaxamento no final de cada sessão", conta Rogério.

As músicas com temática positiva reforçam a tese de que repetir expressões com mensagens alegres faz bem à saúde física e psicológica, desenvolvendo também as atividades sociais.

Assista um trecho da palestra de Daniel Maudonnet:

Por Lívany Salles

Comente