Gestão de talentos nas empresas

Entusiasmo e colaboração. Duas palavras que fazem toda a diferença no ambiente de trabalho. E parece que as empresas estão entendendo dessa forma. Segundo o administrador e sócio-diretor da Arquiteta Software, Jeferson Melo, instituições perdem seus profissionais todos os dias por falta de planejamento na gestão de carreiras.

"Ao pensarmos em uma empresa, pensamos também em seu processo produtivo. O produto final é o grande alvo na cadeia produtiva". Essa era a teoria, repleta de "buracos" e de uma gestão falha. Hoje, algumas empresas pensam diferente. "Ao perceberem o aumento da produtividade e uma melhora significativa no processo quando contam com funcionários capacitados e felizes, essas empresas mudaram seu modo de pensar e agir", revela.

O especialista fala em "orçamento de gente". Mas não se trata de quantidade, mas de melhorar a qualidade na execução de cada tarefa. É uma questão de custo-benefício. Quando a empresa percebe que investir no profissional em diversos aspectos traz benefícios, pois ela consegue motivar e garantir a colaboração, as palavrinhas mágicas citadas no início da matéria.

"Empresas que apresentam de forma clara e transparente ao seu funcionário o que se espera dele e o que se poderá oferecer a ele faz diferença em todos os aspectos do trajeto daquele profissional", conclui Jeferson.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: carreira empresa trabalho gestão talentos