Fóruns e Convenções

Atualmente, todo mundo precisa ser um craque em sua própria área.E o que não falta são situações de trabalho fora do ambiente do escritório. Mais e mais empresas preferem reunir seus funcionários em eventos distantes do dia-a-dia das cidades grandes. Por isso é importante que o profissional que vai organizar ou escolher como será o encontro na sua empresa se preocupe em montar o evento nos seus mínimos detalhes.

Mas alguns fatores são fundamentais e devem ser prioridade para qualquer organizador de um fórum ou convenção. Afinal, não importa em que área você atue, alguns requisitos permanecem.

Conforto - as pessoas estão trabalhando fora de casa e, por isso mesmo, precisam de mais conforto do que o habitual. Longas distâncias para percorrer a pé dentro do local, transporte difícil ou demora no serviço são imperdoáveis - além de atrapalhar o andamento dos trabalhos.

Diversão - é preciso dosar trabalho e diversão. E que esta não ocorra apenas depois das onze da noite quando ninguém mais tem pique. É importante reservar um intervalo entre refeições, ou antes, do jantar para que as pessoas se refaçam das atividades da manhã ou do dia.

Originalidade - é importantíssimo oferecer alguma coisa diferente. Em geral há fórmulas e artistas que são muito chamados para esses encontros. Se não forem do time de primeiríssima linha, é preciso checar com cuidado que tipo de atração será apresentada, sob o risco de que as pessoas já tenham visto pelo menos cinco vezes em outras ocasiões semelhantes.

Eficiência - o conceito deve ser baseado em aproveitamento de tempo e espaço. Que na prática deve se refletir apenas em um tratamento tão especial e carinhoso que fará com que as coisas fluam naturalmente.

Evite de qualquer maneira - temas áridos abordados em seqüência. Ninguém agüenta, por mais importantes que sejam. Imprevistos também devem ser contornados com discrição e rapidez. Atrasos na programação são um perigo: podem botar tudo a perder. Por essa razão é preciso se prevenir de todas as maneiras para evitá-lo. E, se ocorrerem, dar um jeito de minimizar o efeito antes que vire uma bola de neve.

Jornalista, escritora e palestrante, Claudia Matarazzo é autora de vários livros sobre etiqueta e comportamento: “Visual, uma questão pessoal”, “Negócios Negócios - Etiqueta faz parte”, “Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois”, "Casamento sem Frescura", "net.com.classe", "Beleza 10", "Case e Arrase - um guia para seu grande dia", "Gafe não é Pecado" e "Etiqueta sem Frescura"

Comente