Férias durante a crise financeira: saiba o que fazer

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Férias durante a crise financeira saiba o que faze

Muita gente escolhe tirar férias nos primeiros meses do ano. Alta temporada e Carnaval estão entre os motivos para que se marque o período de folga ainda no verão.

Se você está nessa situação é preciso se organizar para não ter surpresas no meio da sua viagem. Antes de mais nada repasse exatamente as suas tarefas para a pessoa que ficará no seu lugar e reserve alguns dias para explicar tudo que você faz, na dúvida deixe tudo por e-mail, caso o seu substituto se esqueça de algo.

“Quem está em cargos de liderança deve sentar com as equipes e delegar o que cada um irá fazer. Nunca deixar isso em aberto, porque, sem dúvida, as tarefas irão se perder no caminho”, aconselha Christian Barbosa, especialista em gerenciamento do tempo.

Durante o período de férias, o psicólogo Alexandre Bez sugere se desligar totalmente dos problemas, mesmo assim é comum muita gente só fazer isso após cinco dias. Quem não tem condições financeiras para viajar e vai ficar em casa precisa buscar alternativas, porque dessa forma terá uma falsa sensação de que descansou.

"O ser humano necessita sair da rotina, se aproximar da família e amigos, realizar atividades que não se encaixavam nos horários de trabalho. Do contrário, a pessoa acaba vivendo uma situação de estresse diário em seu período de férias, potencializando os problemas", adverte.

Em tempos de crise, muita gente se preocupa nesse momento por conta das demissões e até tem medo de tirar férias. Mas saiba que isso não é motivo para demissão. Não é por causa disso que o colaborador deve deixar as férias de lado, com exceção das situações de emergência. Nessa hora vale um diálogo franco entre ambas às partes, e, se possível, adiar alguns dias.

Na dúvida é importante sempre se manter atualizado sobre o mercado e entrar em contato com os colegas de trabalho de vez em quando, mas não passar as férias inteiras preocupado com isso. “Caso seja um período mais longo, pode aproveitar alguns dias para ampliar o seu networking, ou mesmo enviar alguns currículos”.

Na volta ao trabalho, muita gente ainda permanece em ritmo de férias durante os primeiro dias. Dessa forma, conforme Christian, as pessoas priorizam as coisas mais fáceis, simples e rápidas de serem feitas.

“O primeiro dia é morto mesmo. Antes de tudo é preciso saber das mudanças, levantar o que está acontecendo e depois ler os e-mails. Organize informações importantes em pastas específicas da sua Caixa de Entrada, crie tarefas ou reuniões e delete o que não é necessário”, diz.

Não pegue pesado logo no início. Saiba distribuir as suas atividades ao longo da semana e retome aos poucos a sua rotina de antes, com a diferença que você estará com pique total e cheia de ideias novas.

Veja também - Calcule o dinheiro das férias!

Por Juliana Lopes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: férias carreira crise financeira