Falta qualificação na construção civil

Falta trabalhador qualificado na construção civil. É o que apontou uma pesquisa feita pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI). Porém, a escassez atinge não somente áreas mais especializadas, como, também, pedreiros e serventes. Segundo o estudo, 94% dos empresários afirmaram que encontram dificuldades para contratar esses profissionais.

Com a falta do trabalhador, 59% dos entrevistados disseram que a qualidade da obra fica comprometida. Além disso, o prazo para entrega também é prejudicado para 57% dos empresários. Diante desse cenário, 6!% avaliaram que a produtividade cai. Tudo isso compromete a economia, uma vez que ocorre perda na competitividade.

A solução encontrada pela maioria das construtoras (64%) é investir em cursos e treinamento profissional dentro da empresa. Para outros 45%, benefícios e salários atrativos são medidas para "segurar" o trabalhador. Para 43%, terceirizar é a alternativa encontrada para suprir a falta de mão de obra.

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 20 de janeiro deste ano e contou com a colaboração de 385 empresas, sendo 49 de grande porte, 145 médias e 191 pequenas.

Por Lívany Salles

Comente