Escolas de idiomas se preparam para a Copa do Mundo

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Com eventos como a Copa do Mundo batendo na porta dos brasileiros, até 2014 os profissionais que não querem perder a oportunidade de emprego e dinheiro terão que aprender a conversar com os turistas estrangeiros.

Investir e empreender são as palavras-chave para quem quer se dar bem. Para começar é necessário aprender um idioma inglês. E as redes de ensino, diante do cenário de expansão, ampliam suas unidades para atender a demanda.

Um exemplo, a rede CNA, que tem 586 unidades no Brasil, contabiliza 50 novas unidades entre janeiro e março deste ano. Mesmo quem não tem tanto interesse, vai ter que encarar essa realidade se não quiser perder ótimas oportunidades.

Pela Internet, uma rede social permite que usuários pratiquem e aprendam sobre uma língua diferente. Com quase 3 milhões de usuários no Brasil, o Livemocha propõe o ensino gratuito de 35 idiomas.


Segundo estatísticas do site, além do inglês, o espanhol lidera a preferência dos brasileiros que utilizam os serviços. Entre os recursos, aulas multimídia com exercícios e testes de gramática, de áudio e de conversação. Além disso, os próprios usuários podem se tornar tutores on-line.

Por Lívany Salles

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente