Equipe só de mulheres

Marcelle Comi e Fernanda Lancellotti da Dreams Arq

Fernanda Lancellotti e Marcelle Comi, da Dreams Arquitetura de Ideias

Quando a empresa Dreams Arquitetura de Ideias deixou de ser sonho para entrar no real e competitivo mundo dos negócios, as sócias Marcelle Comi e Fernanda Lancellotti não pensaram duas vezes: montaram uma equipe 100% feminina.

Hoje, com mais de cinco anos à frente da agência paulistana focada em criar ideias de presentes corporativos e promocionais, as duas não se arrependem da fórmula escolhida. “Percebemos que, em nosso negócio, o cuidado com o detalhe é imprescindível, além da emoção aplicada num conceito ou frase de impacto. E estas são características tipicamente femininas”, afirmam as duas.

E as duas acham mesmo mais fácil trabalhar num ambiente repleto de hormônios ativos e falantes. “Nosso trabalho requer muita sensibilidade na criação, jogo de cintura na produção e atendimento e atenção no financeiro. Por isso acreditamos na ideia”.

Segundo elas, a mulher é mais criativa no seu dia-a-dia, já que não é nada fácil dar conta de tudo ao mesmo tempo - casa, marido, filhos, trabalho. “Ter que ter muita criatividade para ser mulher hoje. Esta realidade, aliada a sensibilidade feminina é, sem dúvida, uma combinação vencedora na Dreams”, afirma Fernanda.

Além disso, ela e a sócia acreditam na máxima de que “mulher entende de mulher”. Então, no meio da correria do trabalho, elas encontram na mesa ao lado um ombro amigo, que entende de carência ou da importância de um elogio. “Uma cuida da outra porque tem a certeza de que será cuidada também”, diz.

Mas no meio de tanta harmonia, é claro que existe TPMs e dias de cão. Entre as maiores dificuldades num ambiente tão feminino estão os hormônios, os choros e o desespero. “Ás vezes falta também um pouco de objetividade”, assume Fernanda. “Mas sempre que sentimos isso, eu e a Marcelle trazemos os pés no chão e fazemos o papel dos homens da história”. Quanto à fofoca, elas levantam a bandeira e defendem a prática, tudo em nome de um bom brainstorm! “Nosso ambiente é descontraído e isso é essencial pra alimentar as ideias”.


E claro que entre batons, cremes e belos brindes criados, há muita história engraçada. Uma vez, uma das gerentes de negócios da empresa ficou presa no banheiro quando todas já tinham ido embora. Ela começou então a gritar, desesperadamente, para que um vizinho viesse socorrer. Como ninguém a ouviu, não teve dúvidas. “Tirou a bota plataforma, que mais parece um martelo gigante, e arrebentou a fechadura. Agora me diz: isso não é criatividade feminina?”. Se a ideia nasceu do instinto de sobrevivência ou não, o importante é destacar que, com sensibilidade - e um pouco de força no punho, claro - é possível driblar o mercado e aparecer.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: carreira trabalho mulheres empresas presentes