Empresas preferem não fumantes

Entre as características preferidas por recrutadores em empresas, certamente fumar não é a preferida. Pelo contrário, um estudo feito pelo site Trabalhando.com mostra que 49% deixam de contratar se o candidato é fumante. Outros 17% afirmaram analisar bem antes de contratar. Mais do que isso, se dois profissionais qualificados estiverem disputando uma vaga, o não fumante leva vantagem.

Não se nega que a capacidade e habilidade para trabalhar não interferem no hábito do fumante. Porém, para os entrevistados, fumar pode atrapalhar na produtividade, além de gerar possíveis custos com ausência geradas por doenças ligadas ao tabagismo.

O assunto deve gerar muita discussão entre fumantes e empresas. Afinal, se um candidato se sentir discriminado por tal situação, pode recorrer na justiça por danos morais, embora não seja muito fácil comprovar que o critério tenha sido realmente esse. A única exceção à regra é quando o profissional lida diretamente com saúde, como profissionais de educação física.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: carreira empresa trabalho fumar cigarro