Empreender é vender, e vice versa

Tem vergonha de vender? Saia dessa! Saiba porque as vendas podem ser a chave para o seu sucesso
empreendedorismo vendas

Istock//© nensuria

Sim, o caminho mais fácil para você enriquecer é por meio do negócio próprio, como já comentamos anteriormente. Nada contra o salário do emprego fixo, mas concorda que é mais complicado fazer um aumento de renda quando se trabalha oito horas por dia para receber aquele valor pré determinado? Daí que tanta gente sonha com o negócio próprio porque é, sem dúvida, um caminho mais acessível para a riqueza, porém há um elemento fundamental para fazer o negócio funcionar, que é VENDER.


“ Ah, mas eu, vender...”, sim querido e querida, vai ter que vender sua ideia, sua empresa, negociar preços, prazos, disputar um espaço no mercado, convencer os bancos a apoiarem sua ideia, convencer os sócios, a família e outras formas de venda que você terá de dominar para a sua empresa funcionar. Tem preconceito com vendas??? SAI DESSA!

Todos os executivos bem sucedidos, políticos, artistas e profissionais que ganham destaque vendem, e o tempo todo. Outro dia ri da seguinte história: um amigo contava que foi num espetáculo ma-ra-vi-lho-so cultural onde havia pouco mais de 30 pessoas, algo pouquíssimo para o local e mesmo para o artista. Ele me perguntava em tom de lamúria "por que um espetáculo tão bom não sai uma linha no jornal e tão pouca gente tem acesso”  e que isso era um erro do jornalismo, “que tem que ir atrás da notícia, não é mesmo?". 

Resposta minha: NÃO É MESMO, primeiro que divulgar um espetáculo é serviço, faz parte da agenda cultural, e outra: o artista ou seus empresários foram vender a pauta (termo jornalístico para promover uma notícia) para os jornalistas, mandaram e-mail, ligaram, visitaram redação, falaram com alguém que conhece algum jornalista, ou seja, foram ATIVOS para vender o espetáculo de modo a ter linhas no jornal divulgando? Traduzindo para o português, NÃO FORAM VENDER. 

Ficaram feito a donzela na torre do castelo esperando o príncipe chegar... e dá-lhe reza para o príncipe saber onde a donzela está escondida, pois deve ter muitas outras donzelas que mandam o mapa – via maps.google, certamente – o endereço e fizeram “boca de torre” para não perder a oportunidade.

Palavra chave da nossa conversa: VENDER É OPORTUNIDADE. Muita gente tem vergonha de vender. “Ah, eu não sirvo pra isso”, diz. Então bonitinho e bonitinha, não serve para nada, porque tudo é venda. Relacionamento amoroso? Ficar em casa esperando não rola, vai ter que sair na rua e vender o sorriso, a empatia, a graça e o encantamento porque ninguém vai adivinhar que na casa X da rua Y número Z está a pessoa dos sonhos de qualquer mortal. Melhor começar a botar a cara na rua, assim como seu produto, seu serviço e seu negócio.

 Comece AGORA a vender, e se rolar vergonha, lembre que um dos maiores ricões da atualidade começou vendendo caneta e hoje ainda vende simpatia aos domingos (olhe o detalhe: VENDE AOS DOMINGOS!!!). Jogue a vergonha e desconforto para escanteio, bote o sorriso no rosto e saia para o sucesso no mundo. Só pra te lembrar e cutucar: o NÃO você já tem... portanto, vá em busca do SIMMMMMM!!!!

Suyen Miranda é publicitária e consultora de finanças pessoais, atuando no Brasil, Mercosul, Portugal e Angola. Já foi consumidora compulsiva voraz e tornou-se poupadora e empreendedora, e acredita que toda mulher pode e deve ser autônoma e independente financeiramente. Contato: suyen@suyenmiranda.com.br

Comente