Dicas para você conseguir um bom emprego em 2010

Dicas para você conseguir um bom emprego em 2010

Antes de fechar o ano, muita gente gosta de fazer uma pausa para refletir sobre as próprias atitudes em todos os aspectos, sejam elas pessoais ou profissionais. E colocar no papel o que deve ser feito para alançar a tão sonhada posição no mercado de trabalho.

Para tanto, Renato Grinberg, especialista em carreiras e mercado de trabalho, listou alguns comportamentos que não devem ser repetidos na entrevista de emprego em 2010. Dicas para você fazer diferente no próximo ano e conquistar uma boa vaga.

Não conhecer a empresa para a qual se candidatou - Inúmeras vezes, ainda durante a primeira fase da seleção, quando perguntados sobre as características da empresa em que desejam trabalhar, os candidatos demonstraram total desconhecimento. Isso é visto como despreparo ou falta de interesse e, com certeza, torna-se uma grande barreira para se conseguir uma vaga. Utilize a internet para descobrir mais sobre a organização que te convidou para uma entrevista, pois os sites costumam ter as informações necessárias para que você não faça feio.

Desistir da vaga no meio da entrevista - Não parece absurdo, ou no mínimo, estranho que uma pessoa levante e deixe o processo de seleção no meio da entrevista? Pois é, mas isso acontece. Os motivos para esse grande erro podem ser vários, desde a falta de conhecimento sobre as atividades que serão exercidas em caso de contratação até a simples falta de bom senso do candidato. Independente do caso, mesmo que você descubra no meio da entrevista ou de um teste que não quer mais aquele trabalho, demonstre comprometimento e termine o que começou.

Falar mal das empresas pelas quais passou ou dos antigos chefes - Por mais que sua experiência tenha sido ruim em outras oportunidades de emprego, não toque nesse assunto durante a entrevista a não ser que a pergunta apareça. Deixar isso claro logo em um primeiro momento demonstra que você é uma pessoa que poderá repetir essa atitude e prejudicar a imagem da organização que pensa em contratá-lo. Se o entrevistador lhe fizer, especificamente, essa pergunta não fale que seu chefe era um idiota ou algo do tipo. Mencione as incompatibilidades que você tinha com seu chefe de uma maneira profissional e com exemplos específicos.

Chegar atrasado para um processo seletivo - Se você realmente quer aquele emprego não existe desculpa cabível para se chegar atrasado em uma entrevista. Não adianta jogar a culpa no trânsito ou no cachorro que roubou a sua meia. Imprevistos acontecem a todo o momento e a única maneira de se preparar para isso é sair com muito mais antecedência do que você já está acostumado. Caso sua entrevista for às 15h00min, planeje chegar ao local às 14h30min, para que tenha um tempo se pintar algo inesperado.

Não entender que procurar trabalho já é um trabalho - Muitos candidatos encaram o desemprego como um momento ruim, mas que irá passar naturalmente, sem muito esforço. Não se empenham de fato e acabam buscando oportunidades em uma área na qual não têm experiência ou as habilidades exigidas. Por isso, encare a busca de emprego já como um verdadeiro trabalho. Estabeleça uma rotina para o seu dia, defina metas, refine seus contatos e acione sua rede de relacionamento.


Saiba pedir demissão - Desligamentos são sempre difíceis, para as empresas e para as pessoas envolvidas. Por isso, seja ético e profissional nesse momento, pois ele será decisivo para deixar ou não as portas abertas para um eventual retorno. E-mails, telefonemas ou aviso por outras pessoas não são as melhores formas de anunciar que você está deixando a empresa. Pense na situação contrária e perceberá que gostaria de receber essa notícia do seu gestor pessoalmente. Lembre-se que o mundo corporativo é pequeno e pode dar muitas voltas. Por isso, sempre deixe as portas abertas.

Por Juliana Lopes

Comente