Dicas para trabalhar bem com ar condicionado no verão

verão ar condicionado trabalho

Foto - Abdul Hafiz Abdul Hamid / Demoti

Você o ama como o super-herói que te salva nos dias de calor intenso. Mas temos aqui um lobo em pele de cordeiro. Por mais desagradável que seja ficar em ambientes quentes, o ar condicionado traz tantos problemas - principalmente quando não recebe manutenção - que no fim das contas você pode preferir usar um amigão de antigamente, o ventilador.

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) diagnosticaram os efeitos causados pelo ar condicionado na saúde dos trabalhadores. Os dados confirmaram que sintomas como nariz coçando, garganta seca, olhos irritados e desconforto geral podem ser, sim, culpa do sistema de ventilação artificial.

O estudo utilizou quatro prédios de escritórios no centro de São Paulo e mostrou que um terço das pessoas que trabalhava em ambientes com ar controlado apresentava queixas relacionadas ao sistema.

Um dos principais papéis do nosso nariz é filtrar, aquecer e umidificar o ar que respiramos, assim, ele chega ao pulmão de forma agradável. Porém, os aparelhos condicionantes fazem o trabalho exatamente oposto, gelando e ressecando o ar.

Quando as pessoas ficam expostas por muito tempo a essa ação, como é o caso das que trabalham diariamente sob o ar climatizado, os problemas tornam-se frequentes, prejudicando especialmente os já portadores de doenças respiratórias.

E tem mais: aqueles pelos que ficam dentro do nariz são responsáveis por barrar a entrada de bactérias, fungos e vírus no nosso organismo. Quando a mucosa nasal fica ressecada e fria, esses cílios vibrantes ficam paralisados, aumentando as chances de a pessoa contrair alguma infecção.

Limpeza é fundamental

Se já parecia ruim quando apenas a baixa umidade do ar entrava em ação, as coisas ficam mais graves quando os dutos do aparelho não são limpos regularmente (o que acontece em muitos lugares). Justamente quando seu sistema de proteção está baixo, os ácaros e fungos (o chamado ‘mofo’) são lançados junto com o ar geladinho e pode causar irritações nos olhos e sistema respiratório.

Se você tem o controle sobre o ar condicionado (no caso de trabalhar em casa ou ser o responsável pela empresa), certifique-se de que a higienização dos filtros e dutos internos seja feita, no máximo, a cada seis meses para os aparelhos centrais de prédios e a cada três meses em ares condicionados individuais. Troque os filtros dos resfriadores centrais anualmente e dos individuais semestralmente.

Para você que está à mercê da ação do que foi acordado em seu trabalho, ajude seu corpo a se umidificar. Aplique soro fisiológico ou gel nasal sempre que sentir algum desconforto e beba água frequentemente. Um truque simples e eficaz é beber meio copo de água a cada meia hora. Isso garante que seu corpo tenha recurso constante para hidratar o organismo.

Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente