Dicas para começar um negócio com o pé direito

Dicas para começar um negócio com o pé direito

Não é segredo que muito empregado por aí gostaria de ser patrão. Afinal, o dono de um negócio não precisa dar satisfação sobre seu horário de entrada ou saída, período de trabalho, atraso, etc. Mas não é fácil abrir uma empresa, especialmente para os marinheiros de primeira viagem. Pensando nisso, o Vila Sucesso preparou algumas dicas para quem sonha em montar seu pequeno salão de beleza, restaurante ou lojinha.

O primeiro passo é uma auto-avaliação. Olhe para dentro de você mesma e enumere suas características. "Um empreendedor deve ser conectado com o mundo, observador de oportunidades", afirma Renato Fonseca, consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP).

Além disso, é preciso ser perseverante, ter bom senso de organização e planejamento e estar pronto para lidar com riscos e incertezas, próprios de qualquer negócio. Carisma e bom relacionamento interpessoal completam um modelo de empreendedor que provavelmente terá sucesso.

O segundo passo é escolher a empresa a ser aberta. Para tanto, a afinidade e a lucratividade devem ser pesadas, e, se possível, unidas no empreendimento escolhido. Isso porque é importante que ele dê lucros para o dono (ou os sócios), mas este vai precisar dedicar boa parte de seu tempo ao investimento. E, claro, ele fará tudo com mais disposição e melhor caso se identifique ou aprenda a gostar do negócio.

Antes de optar por um bar ou uma loja de roupas, o certo é fazer uma boa pesquisa de campo para saber o que pode dar frutos em determinado local, ou, ao contrário, descobrir o lugar mais apropriado para uma nova empresa. Converse com pessoas que já estão no ramo há algum tempo, bem sucedidas ou não e com clientes.

Aliás, ai vai a dica fundamental para a escolha de qualquer coisa para sua nova empresa: pense sempre no cliente. Se você for abrir uma lanchonete, por exemplo, pode procurar uma rua ou avenida com grande movimento de pedestres, próxima a uma estação de metrô e num bairro comercial. Se conseguir unir tais fatores, teoricamente você terá condição de possuir muitos clientes.

Mas isso não é tudo. Um dos segredos das empresas que dão certo é o planejamento. "Depois de estudado o local e o tipo de negócio a ser inaugurado, o dono ou os sócios deverão sentar e traçar um plano de viabilidade, no qual serão pesados todos os aspectos do novo empreendimento", ensina Renato.

Esse plano é essencial, pois é através dele que o novo empresário poderá ter ideia dos resultados iniciais de seu negócio. De acordo com o consultor, o ideal é simular duas situações: uma otimista, com a lucratividade esperada, e outra pessimista. "É necessário que o empreendedor tenha recursos e disposição para lidar com resultados ruins, principalmente nos primeiros meses de vida do negócio", justifica.

Uma boa pedida para quem não tem capital suficiente ou talento para o empreendimento é firmar uma sociedade com uma pessoa de confiança. "Nesse caso, as expectativas e deveres devem estar bem pontuados entre os sócios. Se um deles precisar de retorno financeiro rápido e o outro puder esperar um pouco mais, por exemplo, basta que ambos combinem tudo", exemplifica o especialista.


Se você ficou animada e deseja abrir seu próprio negócio, pode encontrar mais dicas nos sites: www.sebrae.com.br e www.sebraesp.com.br.

Por Priscilla Nery (MBPress)

Comente