Cor de batom: diferença entre o catálogo e o produto recebido

Cor de batom diferença entre o catálogo e o produt

Todas nós já passamos pela situação de escolher um batom em um catálogo e depois se surpreender com a diferença da cor do produto recebido. Os bons negócios nascem de percepções como essa, pautadas nas reais necessidades dos clientes, ou de algo que, mais tarde, possa se tornar valorizado pelas pessoas e empresas.

A Arizona, especialista em projetos de pré-impressão, é mais um exemplo de ideia inusitada, nascida desse descontentamento de mulheres que compravam seus batons e descobriam que a cor não era a mesma escolhida junto às consultoras. Isso acontecia porque as tonalidades apresentadas no computador - e no catálogo - não eram exatamente aquelas produzidas por mistura e impressas pelas gráficas.

O sonho de montar uma empresa e a necessidade de um serviço até então inexistente motivaram os irmãos Alexandre e Marcus Hadade a investirem num negócio próprio. "A ideia de montar a Arizona surgiu após identificarmos um nicho de mercado em que nenhuma empresa ainda atuava", conta Marcus, que na época - final da década de 1990 - teve que abandonar o emprego estável como gerente regional de vendas de uma fabricante de eletroeletrônicos para cuidar do novo negócio.

E como imprimir as cores de batom aproximando-as ao máximo da realidade? "O que fazemos é gerar o perfil de cor da gráfica que imprime para o nosso cliente, ou seja, enviamos um arquivo e comparamos com o resultado final de impressão, percebendo assim a variação entre o enviado e o produzido. Este é um trabalho complexo, mas a partir deste conhecimento, podemos fazer todas as compensações necessárias no arquivo eletrônico para se obter a cor exata desejada. Este processo não seria possível sem a utilização de monitores japoneses Eizo, os melhores do mundo para reprodução de cor", explica Marcus.

Através dessa descoberta, empresas como a Natura, por exemplo puderam se beneficiar. "Temos certeza absoluta que reduzimos drasticamente as devoluções de batons oriundas da diferença entre o catálogo e o produto recebido, coisa até então nunca feita", diz o empresário.

Cor de batom diferença entre o catálogo e o produt

Marcus Hadade. Foto: divulgação.


Após adquirir o know-how de cores mais realistas, a Arizona conquistou novos mercados.

Segundo Marcus, os segredos para o crescimento da empresa são "uma ideia e um negócio inovadores, constante busca pela excelência e vontade de evoluir", além, claro, da conquista de novos clientes. "Conquistamos clientes entregando benefícios que têm um valor absurdamente maior do que o cobrado do cliente", revela. Essa é uma receita do sucesso que serve de exemplo!

Por Priscilla Nery (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: carreira batom empreendedorismo