Como viver a transição do trabalho fixo para o freelancer?

Como viver a transição do trabalho fixo para o fre

Muitas vezes aguentar diariamente a exigência de um chefe, cobranças e pressões podem nos levar a pensar em largar tudo e jogar para o alto anos de carreira dentro de uma empresa. Mas para onde fugir? Atualmente existem várias possibilidades de trabalhar como freelancer em diversos seguimentos. Porém, tudo deve ser feito com muita cautela e planejamento.

Foi o caso do Fábio Giácomo, coach da Sociedade Brasileira de Coaching, que tomou essa decisão na sua vida: "Trabalhei 20 anos numa empresa e em dado momento conheci o Coaching. Dali em diante me apaixonei pelo negócio e trabalhei atuando no desenvolvimento de pessoas. Comecei o planejamento e então me desliguei da empresa, para começar a atuar apenas como Coaching", conta ele.

Fábio diz que um dos principais ingredientes para o sucesso em freelancer é saber o que quer, ser íntegro com os seus valores e amar o que faz. Ou seja, não é muito recomendável partir para um negócio que não tenha nada haver com você. O coach insiste: "O mais importante é a pessoa ter planejamento, meta, ação, verificar os resultados e trabalhar numa melhoria contínua."


O foco pode ser fator determinante para o negócio. "Através do foco você tem a motivação necessária para fazer as coisas; quando ele é grande você não se permite fazer outra coisa e sua determinação aumenta", conta Giácomo.

Com disciplina e respeitando seus planos, investir no freelancer pode dar certo. Porém, como disse Fábio, "ninguém chega lá sozinho". Se cerque de pessoas que possam te ajudar e confie nos conselhos. Assim, sua determinação aumenta e não há risco de tropeçar sozinho".

Por Bárbara Ariola (MBPress)

Comente