Caçadores de tendência viram peças-chave no mercado de consumo

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Profissão Cool Hunting

Todas nós adoramos estar na moda, não só em relação às roupas, mas também decoração, cabelos entre outras coisinhas mais. Mas de onde vêm essas tendências? Talvez você nunca tenha ouvido falar em Cool Hunters ou caçadores de tendência. São eles os responsáveis por encontrar nas ruas cores, estilos e acessórios que serão moda.

Janiene Santos é coordenadora do curso Cool Hunting, do Instituto Europeu de Design, em São Paulo, e explica o que é esta função. "Este profissional se move transversalmente na cultura contemporânea, tentando identificar o que é novo, inusitado e também o que é repetitivo, para tentar prever uma tendência". Portanto, fique atenta ao andar no shopping, na praia ou na rua, você pode estar sendo observada por um Cool Hunter!

Este profissional anda pelas ruas, observando pessoas, vitrines e lugares. Normalmente duas vezes por ano o Cool Hunter colhe materiais e apresenta às empresas interessadas. "O material é analisando por uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogos, semioticistas, sociólogos e publicitários. Essa equipe multidisciplinar vai olhar o que está acontecendo, em relação a determinado hábito de consumo, em São Paulo, Tóquio, Paris ou em outra grande cidade do mundo", afirma Janiane.

Mas como nasce uma tendência? A especialista garante que o processo é relativamente simples. Ela vem de uma dinâmica social e reflete um comportamento emergente na sociedade. "Ela surge de forma espontânea e geralmente é criada por pessoas criativas e inventivas que naturalmente têm idéias inovadoras e que funcionam como antenas de novidades, as chamadas trend creators", conta Janiene.

Os formadores de opinião têm um papel importante neste processo, uma vez que são inovadores e "compram" as ideias dos trend creator. E toda sociedade contemporânea tem os seguidores de tendência. São eles que levam a moda para os meios de comunicação em massa para, finalmente, ganhar as ruas. "É preciso também entender que existem aqueles que são conservadores ou anti-inovadores, estes não vão adotar a tendência", lembra a coordenadora do curso.


Janiene garante que celebridades não são as únicas que divulgam uma tendência, mas são capazes de propagá-las de maneira mais abrangente, atingindo uma quantidade maior de pessoas. "Novelas e filmes também têm uma participação importante na difusão de uma tendência, assim como os formadores de opinião", diz Janiene.

Agora você já sabe como uma ideia que surgiu no outro lado do mundo pode, por exemplo, chegar literalmente aos nossos pés em forma de sapatos, ou fazer a nossa cabeça, como um corte de cabelo.

Por Bianca de Souza (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: carreira idéia tendências inovação novela