Brasileiras em 4º no ranking mundial de estresse

Estressadas brasileiras estão em 4º no ranking mun

Pesquisa feita pela consultoria Nielson Company Global, em 21 países, aponta que 67% das brasileiras estão estressadas. Em primeiro lugar está a Índia, com 87%. Muitas mulheres, além da carreira profissional, ainda tem que cuidar dos filhos, administrar a casa e dar atenção para o companheiro. É o caso da secretária Vanessa Santos, que além de cuidar da agenda pessoal e profissional do chefe, tem que conseguir um tempo para administrar a própria vida. "O mais difícil é ter tempo para você mesma. É tanta responsabilidade, deveres, reunião na escola do filho, eventos sociais, que ir ao salão é luxo", desabafa a secretária que, muitas vezes, faz a própria unha e o cabelo sozinha em casa.

O ginecologista do Hospital do Andaraí (RJ), Luís Santana, acredita que um dos principais fatores que contribuem para aumentar os níveis de estresse é a nova realidade que o mundo moderno impõe para a mulher. Santana conta que as mulheres estão cumprindo várias funções (atividades domésticas, profissionais e familiares), e isso gera uma carga de estresse maior.

Para a coordenadora da Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Esther Vilela, existem diversas formas de previnir e amenizar o estresse:

-Praticar atividades físicas prazerosas; -Manter uma alimentação saudável; -Reservar momentos para o lazer.

Confira o ranking mundial que analisou 6.500 mulheres de 21 países:

1 - Índia (87% de mulheres estressadas)

2 - México (74%)

3 - Rússia (69%)

4 - Brasil (67%) 5 - Espanha (66%)

6 - França (65%)

7 - África do Sul (64%)

8 - Itália (64%)

9 - Nigéria (58%)

10 - Turquia (56%)

11 - Grã-Bretanha (55%)

12 - Estados Unidos (53%)

13 - Japão (52%)

14 - Canadá (52%)

15 - Austrália (52%)

16 - China (51%)

17 - Alemanha (47%)

18 - Tailândia (45%)


19 - Coreia do Sul (45%)

20 - Malásia (44%)

21 - Suécia (44%)

Por Livany Salles

Comente