Brasil tem alta taxa de empreendedorismo

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Se a criatividade e a força de vontade de trabalhar são algumas das qualidades que os brasileiros tem de sobra, ao menos isso se comprova na pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), divulgada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Nela, o Brasil está à frente das 20 maiores economias do mundo quando o assunto é empreendedorismo.

O país aparece em destaque entre as nações emergentes que compõem o grupo de países chamado Bric (Brasil, Rússia, Índia e China). Entre os 60 países que participaram do levantamento, o Brasil conquistou alta taxa de empreendedorismo registrada no ano de 2010.

O estudo revelou que 21,1 milhões de pessoas, entre 18 e 64 anos, estão em fase inicial (ou seja, negócios com até 3 anos e 6 meses de atividade). Isso significa que a cada 100 brasileiros, 17 desenvolvem o empreendedorismo, se dedicam ao próprio negócio. Além disso, de cada três empreendedores, dois resolveram abrir porque enxergaram ali uma oportunidade de crescimento profissional, enquanto um foi por necessidade.


Quanto ao perfil desse empreendedor, o levantamento mostra que 22,2% têm entre 25 e 34 anos de idade. Os homens voltaram a superar as mulheres, com pouca diferença no percentual, respondendo por 51% do total. Além disso, 17,5% têm mais de 11 anos de estudo.

Por Lívany Salles

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente